Logo A Tribuna
ASSINE
Icone usuario ENTRAR
CLUBE IMPRESSO ACERVO ASSINANTE

Baixada Santista passa dos 3,2 mil mortos por covid-19 desde o começo da pandemia

Em 24h, foram confirmados oito mortes e 230 novos casos de coronavírus na região

Por: Nathália de Alcantara  -  18/02/21  -  22:37
Dois novos óbitos foram contabilizados em Santos
Dois novos óbitos foram contabilizados em Santos   Foto: Matheus Tagé/AT

A Baixada Santista passou dos 3.200 mortes desde o começo da pandemia de coronavírus. Nesta quinta-feira (18), são 100.708 doentes. Em 24h, foram confirmados oito mortes e 230 novos casos.Outras 2.421 pessoas aguardam resultados de exames e 93 óbitos são investigados. Ao mesmo tempo, 86.297 já se recuperaram da covid-19.


Clique e Assine A Tribuna por apenas R$ 1,90 e ganhe acesso completo ao Portal e dezenas de descontos em lojas, restaurantes e serviços!


Dois novos óbitos foram contabilizados em Santos. São uma mulher de 72 anos, falecida em 5 de fevereiro, e um homem de 59 anos, falecido em 10 de fevereiro.


Já são 1.074 óbitos em residentes desde o início da pandemia. Itanhaém registrou três mortes e agora tem 123 no total. Já Guarujá, com mais duas confirmações, tem 584 mortos. Cubatão, com uma nova morte, chega a 279.


A Prefeitura de Santos ainda recebeu 89 notificações de covid-19 entre os munícipes. O número de casos acumulados passou de 35.860 para 35.949.


Internações


Houve redução no total de internados na rede de saúde de Santos de 207 para 204 pessoas. A queda é de 1,44%. Do total de internados, 109 estão em leitos de Unidades de Terapia Intensiva (UTI).


A taxa geral de ocupação dos 623 leitos covid-19 disponíveis está em 33%. Entre os 278 leitos de UTI, a ocupação é de 39%. Na rede SUS, a taxa é de 29% e na rede privada, de 55%.


Já em Guarujá, são 22 internados, sendo 11 em UTI. Outros 3.790 estão em isolamento domiciliar. Eles são acompanhados pela Vigilância Epidemiológica e informam qualquer mudança no estado de saúde.


Neste momento, os leitos exclusivos para tratamento de pacientes com sintomas de covid-19 estão com ocupação de 30%, sendo 29% em enfermaria e 36% em UTI.


Logo A Tribuna