Após impasse, estudantes do Escolástica Rosa continuam sem aulas

A assinatura do contrato de locação do novo imóvel, previsto para sexta-feira (22), não aconteceu

Por: Da Redação  -  23/02/19  -  10:09
  Foto: Rogério Soares/AT

A assinatura do contrato de locação de imóvel para que o Centro Paula Souza (CPS) resolva o problema dos alunos da Escola Técnica Estadual (Etec) Dona Escolástica Rosa, em Santos, não ocorreu na sexta-feira (22). Estudantes continuam sem aulas.


No início da noite de quinta-feira (21), a assessoria de imprensa da instituição disse que o CPS assinou o contrato. Faltava o dono do prédio fazer o mesmo – o que era previsto para sexta-feira (22).


O motivo do adiamento não foi informado. Alunos que organizaram uma manifestação para sexta-feira (22) se desmobilizaram. Ao verem que nada mudou, prometem se reunir na segunda-feira (25)A.


Na próxima semana, estava prevista a retomada das aulas no novo prédio. O CPS não confirma, mas A Tribuna apurou que o endereço será a Avenida Senador Feijó, 340, na Vila Mathias, onde funcionava uma empresa de telemarketing.


Espaço


A Reportagem perguntou quantos alunos ainda precisam de espaço para estudar, mas o CPS não prestou essa informação.


Na quinta-feira (21), a vereadora Audrey Kleys (PP) tentou se reunir com a direção da entidade, mas só conseguiu falar com funcionários. Ela soube de forma extraoficial que a ida dos alunos à Universidade Federal de São Paulo (Unifesp), como também foi prometido, não ocorrerá.


Logo A Tribuna