Apoiador de Bolsonaro agride equipes de reportagem em Guarujá; VÍDEO

Armando Izzo gritou ofensas, fez ameaças e agrediu fisicamente o repórter cinematográfico da Tv Tribuna

Por: Nathália de Alcantara  -  09/10/21  -  06:46
Atualizado em 11/10/21 - 17:24
 Homem agrediu repórter cinematográfico, xingou jornalistas e foi embora após a chegada de policiais militares
Homem agrediu repórter cinematográfico, xingou jornalistas e foi embora após a chegada de policiais militares   Foto: Reprodução

Durante o trabalho de reportagem na cobertura da visita do presidente Jair Bolsonaro em Guarujá, as equipes de A Tribuna e da TV Tribuna foram agredidas verbalmente por um apoiador do presidente Jair Bolsonaro. O homem, identificado como Armando Izzo, também agrediu fisicamente o repórter cinematográfico Helio Oliveira, da TV Tribuna.


Clique e Assine A Tribuna por apenas R$ 1,90 e ganhe acesso completo ao Portal e dezenas de descontos em lojas, restaurantes e serviços!



Armando passou a hostilizar os profissionais do Grupo Tribuna, tentando obrigá-los a sair da frente do Forte dos Andradas. Os xingamentos e as agressões foram gravados e fotografados pelas equipes que estavam no local.


O homem ameaçou, ainda, pegar uma arma dentro de seu carro, que estava estacionado na via, e atirar contra os profissionais. Armando deixou o local apenas com a chegada da Polícia Militar.


 O homem ameaçou pegar uma arma no carro e atirar contra os profissionais
O homem ameaçou pegar uma arma no carro e atirar contra os profissionais   Foto: Matheus Tagé/AT

Indignado, Helio Oliveira lamentou a agressão. “Um dia de trabalho, cobrindo a chegada do presidente e, no fim do expediente, ser agredido dessa forma”.


Apuração e repúdio
Por meio de nota, a Polícia Militar declarou que as imagens serão encaminhadas ao Comando de Policiamento 6 (CPI-6), responsável pela Baixada Santista, “para que sejam analisadas e feita a possível identificação do homem que aparece nas imagens”.


O Sindicato dos Jornalistas Profissionais no Estado de São Paulo (SJSP) se manifestou repudiando as agressões sofridas pelos jornalistas. “No dia em que o trabalho primordial da imprensa foi reconhecido e premiado com o Prêmio Nobel da Paz, um homem identificado como Armando Izzo agrediu o repórter cinematográfico Helio Oliveira com um tapa em seu equipamento e agrediu, com xingamentos, os jornalistas que estavam no cumprimento de seu dever profissional”, diz nota enviada à Redação.


O sindicato lembra ainda que “a postura tem como exemplo as costumeiras agressões do presidente da República aos jornalistas, demonstrando um total desrespeito à liberdade de imprensa e aos profissionais, que têm como missão informar e zelar pela transparência no Poder Público”.


Ainda por meio de nota, a entidade informou que “considera o ataque aos jornalistas um atentado à democracia e ao direito fundamental do cidadão à informação, acompanhará o desenrolar do caso e cobrará das autoridades uma atitude enérgica contra esse tipo de agressão”.


Logo A Tribuna