EDIÇÃO DIGITAL

Sexta-feira

3 de Julho de 2020

Embratur desenvolverá ações de apoio ao turismo da Baixada Santista e Vale do Ribeira

A iniciativa foi acertada entre a deputada federal Rosana Valle (PSB) e o presidente da empresa, Gilson Machado Guimarães Neto, na manhã desta terça-feira (30)

A Agência Brasileira de Promoção Internacional do Turismo (Embratur) vai preparar uma séria de ações para o fomento do setor nas cidades da Baixada Santista e Vale do Ribeira. A ideia do órgão federal é explorar as potencialidades dessas regiões paulistas para o momento pós-pandemia, quando estudos preveem o redirecionamento dos visitantes para regiões próximas e itinerários domésticos, em substituição às viagens ao exterior. 

A iniciativa foi acertada entre a deputada federal Rosana Valle (PSB) e o presidente da empresa, Gilson Machado Guimarães Neto, em videoconferência na manhã desta terça-feira (30). “O Vale do Ribeira está a duas horas de dois grandes centros emissores de turistas, as regiões metropolitanas dos estados de São Paulo e Paraná”, disse Gilson Guimarães, lembrando que o plano é incluir o aproveitamento das atrações ligadas ao ecoturismo, gastronomia, cultura, história e turismo rural.  

Ele pediu um acervo de imagens e conteúdo dos dois livros “Rota do Sol”, publicados pela parlamentar, quando atuava como jornalista da TV Tribuna e esteve à frente da atração, que mostra os potenciais turísticos do Vale do Ribeira e da Baixada Santista.  

Guimarães Neto pediu à deputada que se reúna com os prefeitos e operadores de turismo destas regiões para que sejam elencados 20 itens prioritários que necessitam de divulgação. “Vamos incluir estes roteiros em sites, programas de infraestrutura do Governo Federal e também fazer um vídeo de divulgação”, afirmou ele, que pretende, ainda em julho, visitar o Vale do Ribeira, junto com o secretário Nacional da Pesca, Jorge Seif.  

Rotas regionais   

A deputada vai levar projetos do incentivo ao turismo da Baixada Santista ao presidente da Embratur. A proposta inclui a criação de rotas regionais, incentivadas por transporte rápido. 

Gilson Guimarães elogiou o aeroporto de Registro. “Temos que estimular a aviação regional. Não se concebe um aeroporto destes com baixíssima utilização”, disse, ao citar a possível retomar a linha férrea Santos-Cajati, que pode ter também aproveitamento turístico. Rosana, que trata da malha ferroviária com o ministro da Infraestrutura, Tarcísio Freitas, ficou animada como envolvimento da Embratur no tema. 

Umas das cidades a serem visitadas no Vale por Gilson Guimarães será Cananeia, onde o Governo Federal pretende dar melhor aproveitamento ao Terminal Pesqueiro. 

Tudo sobre: