EDIÇÃO DIGITAL

Quinta-feira

4 de Junho de 2020

Doria anuncia mais sete medidas contra o coronavírus; shoppings serão fechados na Capital

Ações visam reduzir o contágio da Covid-19, facilitar comunicação e dar suporte a micro e pequenos empresários

Sete novas medidas foram anunciadas pelo governador de São Paulo, João Doria (PSDB), na tarde desta quarta-feira (18), em coletiva no Palácio dos Bandeirantes, na Capital. As ações visam reduzir o contágio do coronavírus (Covid-19), facilitar a entrega de medicamentos de alto custo, garantir a vacinação sem aglomerações, prestar informações com mais agilidade e precisão e dar suporte a empresários neste momento de enfraquecimento econômico.

A primeira determinação feita por Doria é que os shoppings na região metropolitana de São Paulo fechem até segunda-feira (23) e permaneçam dessa forma até 30 de abril. “Não há razão para pânico ou correria. São medidas preventivas que estamos adotando. Ela não se aplica a shoppings do interior e litoral”.

O governador comenta que as academias de ginástica na região metropolitana também fechar as portas, neste caso até domingo (22), e pelo mesmo prazo – até 30 de abril.  

Medicamentos

Os medicamentos de alto custo também serão entregues de forma diferente aos 830 mil pacientes cadastrados. O governo não entregará mensalmente. De uma só vez será repassada uma quantidade suficiente para três meses.

De acordo com secretário de Saúde do Estado, José Henrique Germann Ferreira, os remédios que não estiverem disponíveis deverão ser entregues nas casas das pessoas.

Vacinação

Uma parceria foi firmada entre o Governo do Estado e Associação Brasileira Redes Farmácias Drogaria (Abrafarma). Até mil farmácias vão participar da Campanha de Vacinação contra a gripe, que foi antecipada para evitar o surgimento de casos de gripes e resfriados que possam ser confundidos com a da Covid-19. Tudo para evitar filas e aglomerações.

A ação nos postos de saúde começa na próxima segunda-feira (23). As farmácias, no entanto, começam a vacinar no dia 13 de abril. A orientação é priorizar o grupo de risco, com idosos, pessoas com comorbidades e gestantes.

Poupatempo e Detran

Doria informou que os postos do Detran e Poupatempo continuam em funcionamento, mas o fluxo de pessoas será regulado para evitar aglomerações.

Operadoras de telefonia

O governador também anunciou que fechou parceria com três operadoras de telefonia: Vivo, Tim e Claro. A partir desta quinta-feira (19), elas vão disparar SMS para toda a base de clientes do Estado – são 15 milhões. “As informações precisas e atualizadas serão sobre as condutas, procedimentos, limitações e recomendações de saúde pública”.

Prefeitos

Outra novidade são os boletins que serão emitidos a partir desta quarta-feira (18), às 18 horas, pelo secretário de Desenvolvimento Regional do Estado, Marco Vinholi, aos prefeitos e prefeitas dos 645 municípios. “Receberão, eletronicamente, boletins diários de ações preventivas, com a ação de permitir o acesso às ações de contenção de contágio da Covid-19”.

Crédito para empresários

Doria anunciou mais R$ 275 milhões de recursos a serem destinados como linha de crédito a micro e pequenas empresas. O valor se soma aos R$ 225 milhões já repassados. A medida visa “conter os efeitos nocivos (do coronavírus) na economia do Estado de São Paulo”. O dinheiro poderá ser obtido junto ao Banco do Povo e o Banco Desenvolve São Paulo.  

Tudo sobre: