Domingo terá manifestações em frente a unidades do Carrefour em Santos e São Vicente

Ato é em repúdio à morte de João Alberto Silveira Freitas, um homem negro de 40 anos, foi espancado e morto por dois homens brancos em um supermercado Carrefour em Porto Alegre, no Rio Grande do Sul

Está marcada para este domingo (22) uma manifestação em frente as unidades do Carrefour de Santos (às 10h30) e São Vicente (às 9h30). Segundo o militante da União de Negras e Negros pela Igualdade, João Roberto de Jesus Filho, o ato é em repúdio à morte de João Alberto. “Já falamos com mais de 100 pessoas e vamos aguardar para ver quantos irão participar. Não podemos nos calar diante de casos como esse”.

Clique e Assine A Tribuna por apenas R$ 1,90 e ganhe acesso completo ao Portal, GloboPlay grátis e descontos em dezenas de lojas, restaurantes e serviços

João Alberto Silveira Freitas, um homem negro de 40 anos, foi espancado e morto por dois homens brancos em um supermercado Carrefour em Porto Alegre, no Rio Grande do Sul, na noite desta quinta-feira (19), véspera do Dia da Consciência Negra (20). A cena foi filmada por testemunhas.

O CEO da rede do Carrefour, Alexandre Bompard, usou a conta no Twitter para se manifestar sobre o crime. Em uma série de publicações, lamentou o ocorrido e afirmou ter perdido ao Carrefour Brasil “total colaboração com a Justiça e autoridades”.

Ele afirmou ainda que “medidas internas” foram imediatamente tomadas, principalmente em relação à empresa de segurança contratada, que não teve o nome divulgado.

Por fim, o CEO reforçou a revisão das políticas de segurança, respeito à diversidade e valores dentro da rede Carrefour.

Tudo sobre: