Defesa Civil emite alerta de alto volume de chuvas na Baixada Santista

Comunicado do órgão estadual cita volume acima 80 milímetros de precipitação entre esta quinta e sexta-feira (30), véspera do feriado prolongado de Finados

A Defesa Civil do Estado emitiu, na manhã desta quinta-feira (29), alerta de chuvas de moderada a intensa para as cidades da Baixada Santista. O comunicado cita volume acima 80 milímetros de precipitação entre esta quinta e sexta-feira (30), véspera do feriado prolongado de Finados (próximo dia 2). 

Clique aqui e assine A Tribuna por apenas R$ 1,90. Ganhe, na hora, acesso completo ao nosso Portal, dois meses de Globoplay grátis e, também, dezenas de descontos em lojas, restaurantes e serviços!

A mudança nas condições climáticas se deve ao avanço de uma frente fria sobre a faixa do litoral paulista. A chuva aguardada para as próximas horas na região supera ao acumulado deste mês. Segundo o órgão estadual, outubro registrou até a manhã desta quinta-feira a marca de 79,8 mm – cada milímetro equivale a um litro de água a cada metro quadrado.  

O maior volume de precipitação neste mês foi registrado no dia 9 de outubro, quando choveu 18 mm. A expectativa de precipitação para as próximas 24 horas representa 58% da média história para o mês, que é de 137,5 mm. 

De acordo com o Instituto Climatempo, os termômetros devem oscilar entre 22º e 26º C. Trata-se de uma queda de quase 10 graus em relação ao dia anterior, no qual foram registradas temperaturas acima de 32ºC na região. Os modelos matemáticos indicam até 20% de chances de precipitações para essa manhã e tarde. 

Alerta 

Conforme o alerta da Defesa Civil, a Baixada Santista foi classificada com a tonalidade vermelha, a mais elevada nos critérios técnicos do órgão. Essa colocação é acionada quando o volume de chuva prevista supera a marca de 80 mm em um prazo de 24 horas. 

Conforme a Coordenadoria Estadual de Defesa Civil, a previsão é de chuvas de forte intensidade, com momentos mais severos, seguidas por raios, rajadas de vento e queda de granizos (em pontos isolados), espalhadas por todas as regiões paulistas.

“Por conta desse cenário meteorológico, serão mais elevados os riscos de deslizamentos de encostas, alagamentos, inundações, queda de árvores e postes, além da possibilidade de outros danos, principalmente nas áreas mais vulneráveis”, cita o comunicado. 

Já o litoral Norte e Grande São Paulo foram classificadas na tonalidade laranja (atenção), com volume estimado entre 50 e 80 mm. A Defesa Civil orienta procurar o órgão em qualquer situação de risco, por meio do telefone 199 ou o Corpo de Bombeiros, por meio do telefone 193.  

Tudo sobre: