EDIÇÃO DIGITAL

Sexta-feira

10 de Julho de 2020

Estado abre consulta para concessão do passeio Caminhos do Mar, em Cubatão

Ideia é tornar a Estrada Velha de Santos mais atrativa para o turismo; espaço abriga acervo comemorativo pelos 100 anos da Independência do Brasil

Plano antigo do Governo do Estado, a concessão do passeio turístico Caminhos do Mar (Estrada Velha de Santos) começa a sair do papel. A Secretaria Estadual de Infraestrutura e Meio Ambiente abriu consulta pública para o processo envolvendo o equipamento, que fica no Núcleo Itutinga Pilões do Parque Estadual Serra do Mar – entre Cubatão e São Bernardo do Campo.

O edital prevê que a empresa vencedora seja responsável por tornar o trajeto mais atrativo, estimulando o turismo, o entretenimento e o convívio social. Conhecido por sua beleza cênica com vista para o litoral e monumentos históricos, o projeto tem a implantação de tirolesa como atração âncora. 

Pelas regras, o futuro concessionário poderá explorar portarias e bilheterias, estacionamento e trilhas. Para isso, deverá implantar atrações e serviços, realizar restauros nos monumentos históricos e fazer a gestão da visitação. Em contrapartida, poderá explorar serviços de ecoturismo e uso público. A concessão será por 30 anos, e a modalidade é de concorrência internacional. 

Além disso, as trilhas deverão ser melhoradas, e a Casa de Visitas, reformada, com intervenções elétricas, hidráulicas, entre outras. Uma loja de serviços e outra de alimentação terão de ser instaladas.

Os interessados em participar da licitação deverão considerar a implantação de portarias e bilheterias adequadas ao atendimento dos usuários – eliminando, assim, a necessidade de compra antecipada, como ocorre hoje.

O local  

Com 334 hectares, o Caminhos do Mar abriga um precioso patrimônio ambiental, caracterizado por Mata Atlântica de grande beleza cênica, além de um acervo histórico-cultural que marca períodos da história do desenvolvimento do Estado de São Paulo.  

O restauro dos nove bens tombados que compõem a Trilha dos Monumentos Históricos do Caminhos do Mar deverá ser feito valorizando o conjunto como monumentos únicos e independentes, para que estes se mantenham cada qual como parte do conjunto que compõe o percurso. 

Os monumentos históricos, erguidos nos anos 1920 para comemorar os 100 anos da Independência do Brasil, homenageiam personagens dos primeiros anos do Império. São eles: Rancho da Maioridade, Ruínas, Belvedere Circular, Pontilhão Raiz da Serra, Monumento do Pico, Padrão Lorena, Cruzeiro Quinhentista e Calçada do Lorena.

A Fundação Florestou aprovou os recursos para execução do projeto de restauro na Câmara de Compensação Ambiental. O valor a ser disponibilizado pelo Poder Concedente para a realização das obras de restauro não poderá exceder R$ 4.251.853,45.

Os projetos executivos das obras já foram aprovados no Conselho de Defesa do Patrimônio Histórico, Arqueológico, Artístico e Turístico (Condephaat).

Tudo sobre: