EDIÇÃO DIGITAL

Sábado

16 de Novembro de 2019

Cubatão lançará projeto de Urbanização da Vila Esperança

Projeto executado pela Secretaria de Habitação do município deve atender 25 mil pessoas

A Prefeitura de Cubatão lança, neste sábado (30), o projeto de urbanização da Vila Esperança. O projeto executado pela Secretaria de Habitação do município inclui ações de recuperação ambiental, com reflexos até mesmo no índice de balneabilidade das praias santistas, e deve atingir a vida de 25 mil pessoas. 

A informação foi divulgada pelo prefeito Ademário Oliveira (PSDB), ao anunciar o lançamento oficial do Projeto de Urbanização Integrada e Reassentamento de Moradias em Áreas de Risco e Proteção Ambiental da Vila Esperança.

"Depois de mais de 30 anos, finalmente essa comunidade contará com um projeto de urbanização extenso, que levará qualidade de vida e transformará toda aquela região. Estamos muito felizes com essa nova etapa em nossa cidade", afirmou o prefeito.

O projeto

A primeira fase do projeto engloba obras de infraestrutura, com o aterro das áreas sujeitas a alagamentos e o início da implantação de serviços básicos, tais como rede de abastecimento de água e esgoto, sistema de iluminação pública, abertura de praças e ruas, ciclovias, áreas para a prática esportiva e playground.

Os trabalhos terão início na gleba localizada nos fundos do conjunto habitacional Mário Covas. Nesse local serão erguidos os primeiros 80 apartamentos distribuídos em blocos de 5 pavimentos. Cada imóvel, com dois quartos, terá 49,8 metros quadrados. A entrega deve ocorrer no prazo de dois anos.

Na sequência, outros 720 apartamentos serão construídos em áreas vizinhas à Unidade Municipal de Educação (UME) Ulysses Guimarães. Os condomínios terão pátio de estacionamento, salão de festas e área de convivência. Os prédios contarão ainda com revestimento externo.

Os apartamentos serão financiados pela Caixa Econômica Federal, por intermédio do programa Minha Casa Minha Vida, pelo prazo de 10 anos, com prestações de até R$ 120 mensais. Os imóveis não poderão ser alugados ou vendidos. Quem recebe o benefício passa a fazer parte de um cadastro nacional pelo número do CPF, ou seja, não poderá se inscrever em outro programa mesmo fora do estado de São Paulo.

O projeto é uma parceria dos governos Federal (Programa de Aceleração do Crescimento e Minha Casa Minha Vida), Estadual e Municipal. As obras exigem o investimento de R$ 130 milhões e incluem a construção de uma escola de educação infantil e outra de ensino fundamental em área vizinha à UME Ulysses Guimarães.

Após essa primeira etapa, prevista para quatro anos, o trabalho se estenderá com a continuação da abertura de ruas e a delimitação da Vila Esperança com a construção de uma avenida perimetral contornando o núcleo. 

Atividades

A solenidade para o lançamento do projeto será realizada, às 10 horas, na Rua São Francisco de Assis. e contará com participação de representantes do Ministério Público, Cetesb, Secretaria do Patrimônio da União, Sabesp e Caixa Econômica Federal, além de lideranças comunitárias e de famílias beneficiadas.

Na data, a Rua São Francisco de Assis estará interditada para realização das atividades que incluem o projeto "De carona com o buggy" do setor de educação para o trânsito da Companhia Municipal de Trânsito (CMT). As crianças também poderão participar de atividades lúdicas sobre educação ambiental a bordo do "ecotêiner", um contêiner adaptado para levar informações sobre preservação do meio ambiente. Haverá ainda atividades recreativas como pebolim, ping-pong e escultura com balões.

A Saúde estará presente com ações na Unidade de Saúde da Família Vila Esperança-CAIC. A população poderá atualizar a carteira de vacinação, aferir a pressão ou fazer teste de glicemia. Além disso, educadores físicos irão promover atividades recreativas e esportivas.

Já a Vigilância à Saúde fará atividades de orientação e conscientização de combate ao Aedes aegypti e sobre doenças e infecções sexualmente transmissíveis, como AIDS e sífilis. A programação deverá contar também com a participação de alunos do curso de auxiliar de enfermagem do CIEN. O evento contará com policiamento reforçado, equipe do Samu para atendimento, banheiros químicos.