EDIÇÃO DIGITAL

Domingo

9 de Agosto de 2020

Cubatão amplia leitos UTIs e enfermaria para tratar casos de Covid-19

As ampliações de leitos fazem parte do Plano de Contingência aprovado pelo Comitê Estratégico Municipal

A Prefeitura de Cubatão anunciou que ampliará a quantidade de leitos de enfermagem e UTI para antendimento de pacientes com coronavírus.

Segundo a administração municipal, parte dos equipamentos já chegou ao município, que terá 20 novos leitos de UTI e outros 33 de enfermagem exclusivos e em isolamento para atender pacientes com a doença.

Com a medida, o Hospital Municipal de Cubatão terá uma capacidade de 30 leitos de UTI e 58 leitos de enfermagem exclusivamente para Covid-19. A primeira ampliação de leitos ocorreu no início de abril, quando foram abertos 10 leitos de UTI e 25 de enfermaria, além da capacidade de rotina do hospital.

As ampliações de leitos fazem parte do Plano de Contingência de Cubatão aprovado pelo Comitê Estratégico Municipal.

Carreta

Cubatão também ampliará os serviços na carreta de apoio instalada ao lado do Pronto-Socorro Central (PSC). O espaço passará de duas para três salas de atendimento (dois consultórios e triagem), e terá mais um médico por plantão, além de sala de medicação, sala de hidratação, sala de coleta e recepção.

Os atendimentos são realizados 24 horas por dia. De acordo com a prefeitura, o principal objetivo da instalação é separar casos suspeitos de Covid-19 de pacientes com outros agravos ou que tenham comorbidades, prevenindo assim a disseminação do vírus.

Testes

Já as Unidades de Saúde Básica e Unidades de Saúde da Família vão realizar 1.200 testes rápidos de detecção de anticorpos. Eles vieram do Governo do Estado e estão sendo distribuídos pela Secretaria Municipal de Saúde proporcionalmente à população atendida por cada uma das 18 unidades. Outros 1.300 testes rápidos devem ser repassados ao município nos próximos dias.

Os testes rápidos serão realizados de acordo com protocolo da Secretaria de Saúde do Estado em pacientes com sintomas respiratórios e diagnosticados com síndrome gripal. O teste rápido é contraindicado para o início da infecção.

Além dos 2.500 testes rápidos, o teste do tipo PCR (exame molecular que detecta a presença do RNA do vírus) vem sendo coletado em pacientes atendidos nos serviços de Urgência e Emergência após avaliação médica detectar Síndrome Respiratória Aguda Grave (dificuldade de respirar, febre e outro sintoma respiratório) ou Síndrome Gripal (quadro respiratório agudo, febre e outro sintoma respiratório).

A coleta ocorre no PSC, Pronto Socorro Infantil, UPA e Hospital Municipal de Cubatão. Ao contrário do teste rápido, as amostras devem ser coletadas, preferencialmente, a partir do terceiro até o sétimo dia do aparecimento dos sinais.

Tudo sobre: