EDIÇÃO DIGITAL

Quinta-feira

12 de Dezembro de 2019

Ciclistas enfrentam problemas para circular na Avenida Nove de Abril, em Cubatão

Ciclofaixa não cobre a principal avenida da cidade de ponta a ponta, trazendo preocupação a quem se locomove sobre duas rodas

Com cerca de 3,5 quilômetros de extensão, a Avenida Nove de Abril, a principal de Cubatão, não oferece a segurança necessária aos ciclistas. Uma ciclofaixa cobre apenas 45% da via e sofre com a falta de manutenção. Nos 55% restantes, quem anda de bicicleta precisa se arriscar no meio de carros, ônibus e caminhões.

O trecho de 1,6 quilômetro que conta com a ciclofaixa na Nove de Abril vai da Avenida Tancredo Neves até o Parque Anilinas. Já do parque até a Praça do Cruzeiro Quinhentista, há 1,9 quilômetro de grande risco a quem se locomove sobre duas rodas. Difícil achar ciclistas satisfeitos.

“Na ciclofaixa, precisam melhorar a sinalização e refazer a pintura da faixa. Não dá para ver direito o que está pintado em alguns trechos”, diz o aposentado Isaac Costa da Silva, que também sugere a ampliação da estrutura. “Deveriam estendê-la, pois faz falta mais para a frente”.

Isaac explica que a ciclofaixa faz falta, pois há perigo de acidente quando o ciclista divide as pistas da Nove de Abril com outros veículos. Quem concorda com ele é o motorista Roque Lima da Anunciação. “A gente tem que andar no meio dos carros, sob risco de atropelamento”.

Segurança zero 

Outra necessidade é apontada pelo motorista. “À noite, fica perigoso quando a ciclovia chega na Vila São José, pois quase não há iluminação e policiamento. Deveriam melhorar a segurança”.

E quem pensa que a situação melhora quando a Nove de Abril acaba, dando vez à Avenida Tancredo de Almeida Neves, se engana. Aí nem mesmo uma ciclovia amansa as críticas dos moradores e trabalhadores de Cubatão, por conta das falhas estruturais. 

“Parece que tem lombada na pista, devido aos buracos e desníveis. Na parte da Tancredo, é uma buraqueira só. Quando chove, fica cheio de poças d’água”, diz o assistente de planejamento José Barreto da Silva. 

Ele entende que ciclovias e ciclofaixas deveriam estar presentes em toda a Cidade. “Elas tinham que cortar Cubatão inteira. Melhorá-las incentiva a prática de uma atividade física que faz bem para todos”. 

Resposta 

A prefeitura admite haver solicitações para o aumento da ciclofaixa na Avenida Nove de Abril, mas informa que elas serão avaliadas “com cautela, pois esse serviço exigiria uma série de intervenções na via”.

Sobre a estrutura atual, a administração diz que não há previsão para pintura de solo. Relata, ainda, que há pedido de manutenção do pavimento no trecho da Avenida Tancredo Neves entre as vilas dos Pescadores e São José, além de manutenção da iluminação, mas sem prazo para executar as melhorias. 

Tudo sobre: