Centro de Especialidades Médicas do Hospital Municipal de Cubatão deve ser inaugurado em seis meses

Segundo a prefeitura, aquisição e instalação dos equipamentos de hemodiálise, oncologia e medicina bariátrica são os próximos passos

Por: De A Tribuna On-line  -  07/02/19  -  11:46
Atualizado em 07/02/19 - 12:07
Segundo a administração, a próxima etapa consiste na aquisição e instalação dos equipamentos
Segundo a administração, a próxima etapa consiste na aquisição e instalação dos equipamentos   Foto: Irandy Ribas/AT

O Centro de Especialidades Médicas do Hospital Municipal de Cubatão deve ser inaugurado em seis meses. A previsão é da prefeitura da cidade, que anunciou a conclusão das obras do espaço, que será utilizado para atendimento de alta complexidade nas áreas de hemodiálise, oncologia e medicina bariátrica.


O equipamento será instalado no antigo prédio do teatro, no início da Avenida Henry Borden. Segundo a administração municipal, a próxima etapa consiste na aquisição e instalação dos equipamentos.


As informações foram divulgadas pelo prefeito, Ademário Oliveira (PSDB), na última quarta-feira (6), durante visita de cortesia feita pelo diretor-presidente da Usiminas, Sérgio Leite de Andrade. Ele estava acompanhado de membros de sua diretoria e da Fundação São Francisco Xavier (FSFX), ligada à empresa e administradora do hospital.


"O término das obras deste Centro de Especialidades é mais um passo para que Cubatão ofereça um serviço de referência na Região. Acreditamos e  estamos fazendo com que um prédio abandonado há 30 anos se transforme em um espaço útil, modelo no atendimento de alta complexidade. E seguimos trabalhando sério e com responsabilidade", afirmou o prefeito Ademário.


A FSFX foi responsável pela recuperação e adaptação do prédio do teatro, cabendo à Prefeitura a aquisição dos equipamentos, orçados em R$ 5 milhões. Os editais para a compra estão sendo elaborados.


Ademário solicitou ao presidente da Usiminas a antecipação de recursos, da ordem de R$ 4 milhões, devidos pela empresa ao município, em virtude de um Termo de Ajustamento e Conduta (TAC) firmado junto ao Ministério Público. Sérgio Leite comprometeu-se a dar um atendimento especial à solicitação.


Logo A Tribuna