EDIÇÃO DIGITAL

Quarta-feira

23 de Outubro de 2019

Cemitério das Polacas em Cubatão reabre neste domingo

Cerimônia está marcada para ás 11h. Local foi fundado em 1924 e há pouco tempo passou por processo de restauração

O Cemitério Israelita, em Cubatão, também conhecido como 'Cemitério das Polacas', vai reabrir as portas neste domingo (30). O local foi restaurado por meio de convênio entre a Associação Israelita de São Paulo e a Prefeitura de Cubatão, responsável pela manutenção e preservação da infraestrutura, além da divulgação da importância histórica e cultural e do monitoramento da visitação através das secretarias de Cultura e de Turismo. 

A cerimônia de reabertura está marcada para ás 11h, no Cemitério Municipal, que se localiza ao lado do Cemitério Israelita. A solenidade contará com a presença do prefeito do municípo, Ademário Oliveira (PSDB), com o presidente da Associação Israelita, Mauro Zaitz, e com autoridades municipais e historiadores. 

O cemitério é tombado pelo Conselho de Defesa do Patrimônio Cultural de Cubatão (Condepac) desde 2010 e foi o primeiro local do gênero no Brasil a ser tombado pelo Patrimônio Histórico. Porém, há duas decadas, o cemitério se encontrava em estado de abandono. 

De acordo com a administração municipal, a restauração preservou as sepulturas feitas com cimento, granito e mármore, e as inscrições em hebraico. “Foram restaurados ainda os muros e portões que compõem o cemitério e executadas as obras civil, instalação hidráulica e drenagem”, explicou a gerente da Associação Israelita de São Paulo, Simone Sinnatore.

No total são 69 lápides onde estão enterradas os corpos de 54 mulheres, conhecidas como as 'polacas' - prostituas judias do leste europeu, trazidas por traficantes de mulheres entre o século XIX e início do XX -  e de 15 homens, todos imigrantes do leste europeu. Seis corpos não foram identificados. 

História

O cemitério foi fundado por volta de 1924 na área no qual se encontra atualmente a Refinaria Presidente Bernardes para receber as polacas. Atalmente fica localizado ao lado do cemitério municipal de Cubatão. O último sepultamento do Cemitério Israelita aconteceu em 1966. 

Tudo sobre: