Bancas de jornal e loja de conveniência são interditadas durante lockdown em Cubatão

Outros três estabelecimentos também foram notificados por desrespeitarem o decreto municipal

A prefeitura de Cubatão interditou cinco bancas de jornal e uma loja de conveniência entre sexta-feira (26) e domingo (28). Três estabelecimentos também foram notificados por não respeitarem a suspensão do funcionamento durante o lockdown. 

Clique e Assine A Tribuna por apenas R$ 1,90 e ganhe acesso completo ao Portal e dezenas de descontos em lojas, restaurantes e serviços! 

O decreto municipal segue em vigor até 4 de abril. O não atendimento à determinação pode resultar no enquadramento de crime de propagação de doença contagiosa, interdição parcial ou total do estabelecimento e cancelamento do alvará, além de multa que pode chegar a R$139.300. 

“Vamos avaliar os números relativos aos novos contágios e os de internação na Cidade para definir se renovaremos o decreto após o dia 4 de abril ou seguiremos às determinações restritivas do Governo do Estado, fixadas até 11 de abril”, informou o secretário de Finanças, Genaldo Antônio dos Santos.

De acordo com o secretário, as blitze diárias irão continuar. Ele também reforça que praças continuam interditadas. "Instalamos faixas de orientação e sinalizamos os brinquedos dos playgrounds, que permanecem interditados." 

A ação de fiscalização envolve cerca de 15 profissionais. Além da Secretaria de Finanças, atuam integrantes das secretarias de Segurança Pública e Saúde (Vigilância Sanitária). Também há o reforço dos policiais militares que atuam na cidade pela Operação Delegada.

Tudo sobre: