Confira como a Baixada Santista aplica as doses remanescentes da vacina contra Covid-19

Cada município desenvolve uma forma de aproveitar as doses remanescentes, seguindo as orientações emitidas pelo Governo do Estado

Com o início da vacinação contra a covid-19, uma questão que pairou sobre muitos munícipes foi a utilização das doses remanescentes. Isto porque os imunizantes não podem ser guardados depois de abertos. A logística em relação às doses é feita pelos municípios individualmente, sendo assim, cada cidade da região tem um método para que as doses sejam utilizadas sem desperdícios. 

Clique e Assine A Tribuna por apenas R$ 1,90 e ganhe acesso completo ao Portal e dezenas de descontos em lojas, restaurantes e serviços!

Em Santos, a Secretaria Municipal de Saúde (SMS) explica que os frascos das vacinas são multidose, ou seja, um frasco contém dez doses. Depois de aberto, deve ser totalmente utilizado em um período de até 6 horas. Para evitar perda de doses em frascos abertos, as equipes dos locais de vacinação fazem busca ativa nos bairros para vacinar pessoas incluídas no grupo prioritário (idosos com mais de 60 anos) que eventualmente não tenham se vacinado. 

A medida segue nota técnica emitida pelo Governo do Estado de São Paulo, segundo a qual "ao final do expediente e considerando a necessidade de otimizar doses ainda disponíveis em frascos abertos, a fim de evitar perdas técnicas, direcionar o uso da vacina para pessoas contempladas em alguns dos grupos priorizados no Plano Nacional de Operacionalização da Vacinação contra a covid-19".

A Cidade de São Vicente segue critérios semelhantes. Por meio da Secretaria da Saúde (Sesau), a prefeitura informa que para evitar perda de doses em frascos abertos de vacina contra a Covid-19, desde o dia 2 de março, a Sesau vem realizando, nos postos de vacinação, cadastro de idosos com mais de 60 anos para o aproveitamento de doses remanescentes.

Os idosos com idades a partir de 60 anos, que queiram receber a vacina, devem procurar a enfermeira responsável pelo posto de saúde, e realizar o cadastro. Ao final de cada expediente, quando verificadas as doses remanescentes, a enfermeira responsável pela unidade entrará em contato, seguindo lista de cadastro, com o idoso interessado, para que vá ao posto receber a imunização. Até a última sexta-feira (2), foram aplicadas 1.741 doses remanescentes do imunizante em idosos acima de 60 anos.

Para evitar desperdício de doses da vacina contra a covid-19, a Secretaria de Saúde de Cubatão decidiu criar listas de espera com pessoas a partir de 65 anos de idade. A medida foi definida após a chegada de lotes da vacina Coronavac em frascos multidoses que, depois de abertos, perdem a validade em algumas horas.

As pessoas a partir de 65 anos, grupo prioritário do Plano Estadual de Imunização, devem ser cadastradas por telefone na Unidade de Saúde do bairro do munícipe, das 8 às 12 horas e das 13 às 16 horas, informando nome completo, idade e número do documento de identificação. O agendamento não será feito presencialmente para evitar aglomerações.

Se houver sobras, a equipe da unidade chamará as pessoas por critério de idade, a partir da pessoa mais velha da lista, sempre a partir do final do período normal de vacinação, às 16 horas. Quem for chamado deve comparecer ao local com documento de identidade e comprovante de endereço.

Em Guarujá, a prefeitura informa que, até o momento, o Município não registrou perda de doses desde o começo da campanha. Isso porque há dois postos de vacinação, o que garante melhor controle e gestão das vacinas. 

A doses do posto volante, montado na Segunda Coordenadoria da Guarda Civil Municipal (GCM), em Vicente de Carvalho, são destinadas ao posto fixo do Ginásio Guaibê, que tem um sistema de drive-thru que funciona das 9 às 15 horas e a imunização no interior do espaço, das 8 às 16 horas. 

Até a última semana, o Município não contava com doses remanescentes, pois o envio do quantitativo de vacinas consistia em frascos de dose única e multidoses. Contudo, como houve mudança nesse quadro e para evitar desperdício, a Cidade fará uma lista diária de interessados em receber uma das possíveis doses remanescentes ao final do dia da vacinação – por volta de 16 horas e apenas no Ginásio Guaibê. 

Para se candidatar à aplicação é necessário ter 60 anos ou mais e chegar no local próximo ao horário do término da imunização diária. A inclusão na lista não garante o recebimento da dose naquele dia e nem em datas subsequentes. A fim de evitar qualquer tumulto só serão preenchidos cinco nomes por dia e sempre próximo às 16 horas.

Praia Grande não possui o cadastro para vacinas remanescentes e também nao tem vacinas remanescentes, segundo a Secretaria de Saúde. Quando dá determinada hora do dia, onde o movimento já está diminuindo, os profissionais da vacinação começam a utilizar as doses individuais e não abrem mais frascos multidoses, justamente para evitar perdas e garantir a vacina para o público alvo. No entanto, a Cidade já estuda meios de abrir o cadastro de doses remanescentes, assim que as doses únicas acabarem e os frascos com 10 doses forem utilizados no final do dia, ocasionando sobras.

Já em Mongaguá, quando o cidadão não comparece no fim do dia nas UBS e há frascos com doses remanescentes, as equipes de Saúde têm por hábito destinar essas doses às pessoas acamadas e, por vezes, em profissionais de saúde que aguardam em fila de espera. Peruíbe também segue o mesmo esquema, de acordo com a coordenadora do Serviço Municipal de Vigilância Epidemiológica, Erika Fernandes, as doses que sobram, por ventura, são aplicadas em domicílio nos pacientes cadastrados na faixa etária vigente.

O município de Itanhaém trabalha com uma lista de agendamento, onde são priorizadas a segunda dose ou a imunização dentro das faixas etárias prioritárias. Para mais informações, o munícipe pode entrar em contato com a Secretaria de Saúde pelo telefone (13) 3421-4413. Já a Secretaria de Saúde de Bertioga informa que não há saldo remanescente de vacinas, pois há um planejamento para abertura dos frascos, evitando sobras e desperdícios.

Tudo sobre: