EDIÇÃO DIGITAL

Segunda-feira

10 de Agosto de 2020

Com praias fechadas, Baixada Santista encerra maio com dias de verão; confira a previsão

Apesar do frio típico da estação do ano ao cair da noite, temperaturas seguem altas durante o dia

O mês de maio se encaminha para o fim com tempo firme nas cidades da Baixada Santista. Uma massa de ar seco polar sobre o litoral paulista é promessa de elevar as temperaturas nas tardes do último final de semana do mês. Os dias similares aos de verão têm apenas um entrave: as prefeituras locais mantêm regras que impedem banho de mar e acesso à faixa de areia.

Já com o cair da noite e durante a madrugada, os termômetros ficarão “mais gelados”, com mínimas na casa dos 14º, no sábado (30). 

Para essa sexta-feira (29), a previsão é de sol intenso e sem nuvens no céu durante o dia, com máximas de 26º por volta das 14 horas, informa Centro de Previsão de Tempo e Estudos Climáticos (Cptec), órgão do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais.  

No sábado (30), os termômetros permanecem elevados, com até 25º, conforme previsão do Cptec. No domingo (31), as temperaturas devem ter o acréscimo de dois graus, atingindo máximas de 27º. Para os dois dias, são mínimas as probabilidades  de chuva. 

Fim de tarde tem demonstrado a força da natureza (Vanessa Rodrigues/AT)

Além da queda de temperatura nas noites e madrugadas, outra consequência da passagem da massa seca polar sobre uma região é reduzir a umidade no ar. Tanto que as previsões apontam possibilidade de chuva a partir de terça-feira (2), com a chegada de uma frente fria ao litoral paulista.

Segundo o Climatempo, a última semana de maio foi a mais fria do ano até no Estado de São Paulo, com temperaturas abaixo da marca dos 10° durante as madrugadas. Isso porque o ar se aquece durante o dia, mas “despenca” a partir do cair das noites, com o por do sol. Momentos, aliás, que a natureza tem demonstrado sua foça, com lindas paisagens.

Tudo sobre: