EDIÇÃO DIGITAL

Segunda-feira

9 de Dezembro de 2019

Cidades da Baixada Santista terão mais de 800 vagas em novos concursos

Prefeituras já programam editais para os próximos meses, devido às eleições de 2020

Mais de 800 vagas em concursos públicos serão abertas na Baixada Santista entre o final deste ano e o começo de 2020. As oportunidades foram confirmadas em Cubatão, Guarujá, Peruíbe, Praia Grande, Santos e São Vicente.

Exceto Cubatão, que já tem edital aberto para dois concursos públicos (um voltado a profissionais com Ensino Superior e outro para Ensino Fundamental), as demais cidades ainda estão em fase de estudos.

Ocorre que muitos desses processos precisam ser adiantados devido às eleições municipais em 2020.

O Artigo 73 da Lei das Eleições (9.504/97) restringe a nomeação, contratação ou admissão de servidores públicos de três meses antes do pleito até a posse dos eleitos - entre 4 de julho de 2020 e 1º de janeiro de 2021.

O que vem por aí

Em Santos, a Prefeitura prevê abrir inscrições de forma escalonada até dezembro. Serão 265 vagas, com oportunidades para oficial administrativo (40), músicos para a Sinfônica Municipal (11), auxiliar de serviços gerais (15), motorista (5), psicólogo (5), assistente social (15), analista de sistemas, enfermeiro, farmacêutico e procurador, entre outros.

O Município não descarta lançar outros concursos, mas informa que a questão passa por estudos. “Os habilitados serão convocados conforme a homologação dos certames, o que deve ocorrer, para alguns cargos, a partir de janeiro, de acordo com as necessidades das vagas e disponibilidade orçamentária”, diz a Prefeitura em nota.

Já em Guarujá, a Secretaria de Administração informou que há dois processos seletivos e um concurso público em andamento. Os editais devem ser divulgados até janeiro de 2020. As primeiras oportunidades são para professor PIII, médico, médico socorrista e técnico em radiologia. O certame é para procurador. A Prefeitura não indicou o total de vagas.

Em Peruíbe, estão em tratativas os concursos para procurador e cargos da administração. A previsão é que o edital seja lançado ainda este ano. Em seguida, o Executivo também informou que pretende abrir concorrência para a Guarda Civil Municipal. Serão 313 vagas, somando os certames futuros ao concurso na área da saúde, cuja prova será na quinta-feira.

A Prefeitura de São Vicente diz ter contratado uma empresa para realizar o concurso público no Município. Uma reunião será marcada para definir os detalhes do certame, que tem previsão de acontecer ainda este ano. “Será realizada uma análise técnica para definição de vagas, que devem ficar em torno de 300 postos, entre as áreas de Educação, Saúde e Segurança”, informa, em nota.

Praia Grande revela que há previsão da abertura de um concurso até a data-limite permitida por lei, mas que não tem detalhes sobre o processo.

Edital aberto

A Prefeitura de Cubatão lançou recentemente dois editais com vagas para analistas contábil, financeiro, de RH e assistente social; psicólogo; motorista; técnicos de contabilidade, em Promoção Social, em RH e em serviços administrativos; e topógrafo.

As vagas também são para professores substitutos dos ensinos Fundamental I e II, Infantil I e II e Educação Especial. A lista completa pode ser conferida no site www.ibamsp-concursos.org.br. As inscrições seguem até 25 de novembro. Algumas oportunidades são para cadastro reserva.

Sem previsão

As prefeituras de Bertioga e Mongaguá não têm previsão da abertura de concursos públicos. Itanhaém, por sua vez, não respondeu aos questionamentos de A Tribuna.

Estudar diariamente é o primeiro passo para ter sucesso em provas

Quem está interessado na carreira pública deve se preparar mesmo antes de os editais serem publicados. A especialista em concursos e autora do blog Eu Estudo Certo, de A Tribuna On-Line, Martha Vergine, destaca ser importante estudar diariamente.

Segundo ela, passar em um concurso sem estudar é uma “falsa ideia”. “Isso não é mais possível em razão da concorrência e quantidade de matéria exigida. De fato, (os candidatos) devem se conscientizar que precisam estudar de forma comprometida para ter chances reais de aprovação, senão perderão tempo, dinheiro e nada acontecerá”.

Martha ressalta que, sem informações das matérias, os candidatos podem buscar referências em concursos passados para saber como foram desenvolvidos antigos exames. “Normalmente tem Português, Matemática... É possível começar a se preparar pelo eixo principal de disciplinas. Na hora em que sair o edital, deve-se procurar as matérias específicas”.

A especialista também orienta a fazer provas dos processos anteriores. Trabalhar o aspecto emocional também é fundamental, assim como ter motivação para estudar todo dia. “Assim terá confiança para acreditar que, com estudo, consegue passar e segurança para fazer a prova”.

Dica

“Mais importante do que a quantidade de horas diárias de estudo é a consistência. O candidato deve estudar no tempo que sobrar, já que é um prazo curto. E, se está há algum tempo sem estudar, não adianta ficar por oito horas nos livros. Não vai render. Pode começar com uma hora, passar para duas e assim por diante”, diz Martha.

Tudo sobre: