EDIÇÃO DIGITAL

Quinta-feira

13 de Agosto de 2020

Cidades da Baixada Santista realizam bloqueios para evitar entrada de turistas

Municípios contam com equipes da CET e Guarda Municipal para abordar motoristas

Assim como no Litoral Sul, outras cidades da Baixada Santista começaram, neste domingo (22), a implantar bloqueios de acesso aos municípios. CET e Guarda Civil Municipal realizam a abordagem de motoristas a fim de orienta-los sobre as medidas de prevenção ao coronavírus, dizendo aos turistas que retornem para suas respectivas cidades.

Em Santos, a prefeitura informa que o bloqueio ocorre desde as 6h deste domingo, nos seguintes locais: Avenida Nossa Senhora de Fátima x Rua Boris Kauffman; Avenida Martins Fontes (retorno) em frente ao Cemitério da Filosofia (Saboó); rotatória na descida do Viaduto da Alemoa. O Emissário Submarino está sendo monitorado pela CET. Se houver constatação de vans ou ônibus de turismo, a GCM, que está na extensão da orla, será acionada.

O inspetor-chefe Jesus, da GCM, é o responsável pela operação de orientação a munícipes e população que se desloca para a cidade de Santos. “Estamos orientando para que eles possam entender a dinâmica, para que os turistas retornem para suas cidades de origem, e para diminuir o fluxo de contaminação na cidade”.

Em nota, a prefeitura informa que a CET-Santos realiza canalização nos pontos, deixando apenas uma faixa de rolamento para o tráfego. A GCM faz a abordagem. A CET faz a escolta do veículo, caso haja necessidade de retorno. O movimento é baixo nos locais dos bloqueios e a medida está sendo bem sucedida.

Bloqueio em Santos também ocorre no Viaduto da Alemoa (Foto: Matheus Tagé/AT)

Guarujá

Por determinação da prefeitura, o acesso a Guarujá pela SP-248 está bloqueado no Km 7, e há viaturas da segurança municipal efetuando a triagem de veículos nas saídas dos Kms 3 ao 5.

Em decreto, a prefeitura informou que a entrada de veículos está restringida, a não ser que os condutores estejam, comprovadamente, exercendo atividades essenciais como segurança pública, saúde e assistência social; estejam transportando alimentos, combustíveis e outros insumos indispensáveis visando o abastecimento local; comprovem domicílio no município, não apenas ocupação eventual; ou outras situações que se relevarem razoáveis e não abusivas, a exclusivo juízo das autoridades fiscalizadoras no local, desde que imediatamente comprovadas.

A GCM irá orientar os motoristas a retornarem ao local de origem e, caso haja recusa, o veículo será retido e/ou removido, devendo o proprietário arcar com os custos de eventual remoção e estadia no pátio.

O infrator poderá, ainda, ser conduzido ao Distrito Policial para lavratura de boletim de ocorrência em razão de violações ao Código Penal e do Código de Trânsito Brasileiro.

São Vicente

Em São Vicente, a prefeitura informa que ainda não tomou nenhuma medida a respeito dos bloqueios na entrada da cidade. Será realizada uma reunião nesta segunda-feira (23) para elaboração do planejamento da medida. A prefeitura ainda lembra que os prefeitos pediram ao governador do estado o bloqueio dos pedágios e aguardam a definição.

Tudo sobre: