EDIÇÃO DIGITAL

Terça-feira

31 de Março de 2020

Caia na folia e não no golpe: Confira dicas para alugar imóvel no carnaval

Ideal é que se visite local antes de fechar negócio. Caso não seja possível, siga alguns passos

Pagar pelo aluguel de uma casa com piscina, churrasqueira e quintal, e chegar ao local e descobrir que o imóvel nunca esteve disponível. Nesta época do ano, em que muita gente está procurando um lugar para passar o carnaval, é importante ficar atento para cair na folia e não em um golpe.

Segundo o Sindicato da Habitação de São Paulo (Secovi-SP), o dólar alto e a falta de poder econômico das famílias brasileiras têm impulsionado viagens a destinos mais próximos, e também a locação de imóveis dividida entre familiares ou amigos. Por isso, alugar uma casa ou apartamento para o carnaval será uma opção de muitas pessoas. Todavia, é preciso cuidado, alerta Carlos Meschini, diretor regional do Secovi-SP. 

O mais seguro, conforme Meschini, é procurar uma imobiliária de confiança na cidade em que se pretende alugar o imóvel. “Fazer uma pesquisa na internet sobre essa imobiliária é importante para garantir o negócio por meio de uma empresa séria”. Caso a opção seja por um corretor, é importante buscar um que seja credenciado no Conselho Regional de Corretores de Imóveis (Creci). A consulta pode ser feita pela internet (www.crecisp.gov.br)

“O ideal é ver o imóvel in loco, mas se isso não for possível, uma alternativa é dar uma entrada e realizar o pagamento total apenas depois de chegar e verificar o local”, aconselha o diretor do Secovi-SP.

Se a opção é escolher o local por meio de aplicativos, a dica é prestar atenção à política de cada um deles e quais oferecem regras que dão maior segurança a quem aluga. “Todos esses são detalhes importantes que evitam os golpes”.

Tudo sobre: