EDIÇÃO DIGITAL

Segunda-feira

9 de Dezembro de 2019

Bolsonaro embarca em helicóptero e deixa Guarujá após feriado na região

Presidente estava hospedado na unidade militar desde a manhã de sexta-feira (15), para descansar durante o feriado prolongado da Proclamação da República

O presidente Jair Bolsonaro deixou o Forte dos Andradas, em Guarujá, na manhã deste domingo (17), e voltou para Brasília. Ele estava hospedado na unidade militar desde a manhã de sexta-feira (15), para descansar durante o feriado prolongado da Proclamação da República.

Bolsonaro embarcou no helicóptero presidencial por volta das 11h30, dentro da própria fortaleza. A previsão era de que ele chegasse ao Distrito Federal por volta da 1h30.

Antes de partir, ainda pela manhã, Bolsonaro andou de moto aquática na Praia do Guaiúba, onde também conversou e tirou fotos com banhistas.

Bolsonaro andou de moto aquática e conversou com banhistas na Praia do Guaiúba, em Guarujá (Foto: Reprodução)

Santos x São Paulo

Conforme previsto, no sábado (16), o presidente Jair Bolsonaro compareceu à Vila Belmiro para acompanhar a partida entre Santos e São Paulo, válida pela 33ª rodada do Campeonato Brasileiro. Esta foi a primeira vez em que um presidente da República acompanhou um jogo do Peixe em Urbano Caldeira.

Bolsonaro acompanhou a partida, que terminou com o placar de 1 a 1, em um dos camarotes do estádio, ao lado do presidente do Peixe, José Carlos Peres. Assim que chegou à Vila, Bolsonaro foi presenteado com uma camisa oficial do Santos, número 10, com seu nome às costas. Antes de se acomodar em seu lugar, o presidente da República desceu até o setor das cativas para tirar fotos e cumprimentar alguns torcedores do Peixe. Pouco antes do apito final, Bolsonaro e a comitiva presidencial deixaram o estádio sob forte esquema de segurança.

Expectativa

Após muitas especulações, o próprio Bolsonaro confirmou presença na Vila Belmiro para acompanhar o clássico San-São. Ao contrário das expectativas, Bolsonaro chegou a Santos de balsa. Uma embarcação da Dersa, empresa que realiza o serviço de travessia até Guarujá, foi reservada somente para o presidente e sua equipe de seguranças, além de viaturas da Polícia Militar e do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu).

Bolsonaro fez a travessia de balsa entre Santos e Guarujá para chegar à Vila Belmiro (Foto: AT On-line)

Por volta das 15h15, Bolsonaro saiu do Forte dos Andradas e atendeu ao público que esperava na entrada da unidade militar. Às 15h30, o presidente adentrou na embarcação FB-27 em direção a Santos. Durante o percurso, Bolsonaro tirou fotos com policiais e funcionários da travessia. Após realizar o trajeto, já em Santos, a comitiva parou novamente para que o presidente pudesse falar com mais pessoas que estavam à sua espera.

Após realizar a travessia entre Santos e Guarujá, a comitiva seguiu para a Vila Belmiro pela Avenida Cidade de Santos, a Perimetral. Depois, o percurso passou ainda pela Rua João Pessoa, no Centro da cidade, no túnel até se encaminhar ao estádio do Peixe, onde ele entrou pelo portão 16, que dá acesso aos camarotes e as cadeiras cativas.

Após visitar o Memorial das Conquistas do Santos, dentro do estádio, Bolsonaro chegou ao quarto andar do estádio acompanhado do presidente José Carlos Peres, com quem assistiu ao clássico. O presidente foi reverenciado e vaiado por torcedores do Peixe.

Na quinta-feira (14), uma comitiva presidencial esteve na Vila Belmiro, junto com a Polícia Militar e o Corpo de Bombeiros, para simular a chegada e saída do presidente do estádio, aumentando ainda mais a possibilidade da presença de Bolsonaro para assistir ao clássico San-São. O esquema de segurança durou por boa parte do dia.

O presidente chegou à região na manhã de sexta-feira. Ele pousou de helicóptero na Base Aérea de Santos e foi recepcionado pelo prefeito Válter Suman. Antes de se encaminhar para a unidade militar, Bolsonaro parou em uma padaria da cidade para tomar um café. Na entrada do Forte dos Andradas, Bolsonaro conversou com alguns de seus apoiadores e atendeu a impresa.

Bolsonaro chegou ao estádio acompanhado do presidente do Santos, José Carlos Peres (Foto: Sheila Almeida/AT)
Comitiva presidencial na Rua João Pessoa, em Santos (Foto: Cássio Lyra/AT On-line)

Santos e presidentes

Segundo o Centro de Memória do clube, outros três presidentes já haviam assistido a jogos do Santos de perto. Porém, sempre com o Peixe atuando fora de casa.

A primeira vez ocorreu em um amistoso no ano de 1927, no dia 21 de abril, durante na vitória do Santos sobre o Vasco, por 5 a 3, em São Januário. Na ocasião, o presidente Washington Luiz se fez presente ao estádio vascaíno. Em 19 de março de 1968, também em um amistoso, o presidente Costa e Silva foi a Goiânia acompanhar o empate por 3 a 3 entre Santos e Goiás.

No ano seguinte, em 26 de outubro, Santos e Fluminense empataram por 0 a 0, no Maracanã, pelo Torneio Roberto Gomes Pedrosa, sob os olhares do presidente Emílio Garrastazu Médici.

Bolsonaro assistiu ao San-São neste sábado (Foto: Silvio Luiz/AT)

Retorno para o Forte

Após deixar a Vila Belmiro, foi montado um esquema para que Bolsonaro retornasse para Guarujá de helicóptero, que estaria posicionado em Ulrico Mursa, estádio da Portuguesa Santista. No entanto, a comitiva presidencial fez o mesmo caminho da ida para a Vila Belmiro e voltou a utilizar uma das embarcações que fazem a travessia entre Santos e Guarujá.

Após realizar a travessia, Bolsonaro e a comitiva presidencial pararam em uma pizzaria para jantar. Por volta das 21h20, Bolsonaro retornou para a unidade militar. O presidente desceu novamente do carro em que estava para atender simpatizantes que o esperavam em frente ao Forte dos Andradas.

Bolsonaro retornou para o Forte dos Andradas por volta das 21h20 deste sábado (Foto: Fábio Garcez/TV Tribuna)
Tudo sobre: