Ex-secretário de Governo de Bertioga morre aos 62 anos

Ideval Gorgônio Primo, o Miranda, estava internado em Santos desde novembro

O ex-secretário de Governo e de Obras e Habitação de Bertioga Ideval Gorgônio Primo, o Miranda, morreu nesta quarta-feira (6), aos 62 anos. Ele deixa dois filhos. O velório ocorrerá nesta quinta-feira (7), a partir das 8h, no Cemitério Municipal. O sepultamento ocorrerá às 9h15.

Clique e Assine A Tribuna por apenas R$ 1,90 e ganhe acesso completo ao Portal e dezenas de descontos em lojas, restaurantes e serviços! 

Conforme apurado pela Reportagem, Miranda estava internado na Santa Casa de Santos desde o dia 15 de novembro por conta de complicações da diabetes. Um problema respiratório provocou uma parada cardíaca, que o levou a óbito.

O ex-secretário passou por diversos cargos durante as três gestões do ex-prefeito Mauro Orlandini (PSL - 1993/1996, 2009/2012 e 2013/2016). Em 2016, ele concorreu ao Executivo pelo PPS (atual Cidadania), mas não conseguiu se eleger. Nas eleições do ano passado, Miranda concorreu a vereador pelo PSL.

Tudo sobre: