EDIÇÃO DIGITAL

Terça-feira

7 de Julho de 2020

Acordo no TRT põe fim na greve dos motoristas de ônibus municipais de Bertioga

Profissionais da Viação Bertioga estavam paralisados desde a manhã de terça-feira (19), dia do aniversário da cidade

Após audiência de instrução do Tribunal Regional do Trabalho (TRT-SP), os motoristas dos ônibus municipais de Bertioga encerraram a greve na noite de quarta-feira (20). Na manhã desta quinta-feira (21), a frota municipal operou normalmente na cidade. Os profissionais entrararam em greve no dia 19, aniversário de Bertioga.

Os trabalhadores rodoviários aceitaram a proposta de conciliação da empresa responsável pelo serviço, a Viação Bertioga, durante audiência realizada por videoconferência.

O novo acordo estabelece que o adiantamento salarial de 20 de abril será pago no dia 28 de maio. O salário referente ao mês de abril, vencido desde o quinto dia útil do mês de maio, será pago em 3 de junho. A cesta básica vencida também no quinto dia útil de maio será paga nesta sexta-feira (22).

O adiantamento de salário, que deveria ser quitados na quarta (20), será pago em 3 de junho. O acordo estabelece ainda estabilidade no emprego de 30 dias aos mais de 70 empregados, a contar da data de sua homologação ou do julgamento do dissídio, marcado para 3 de junho.

Na audiência de conciliação, a Viação Bertioga reconheceu um passivo trabalhista com o Sindicato dos Rodoviários de Santos e Região referente ao convênio médico e se comprometeu a negociá-la.

Em média, o transporte público em Bertioga atende 12 mil passageiros por dia.

Tudo sobre: