EDIÇÃO DIGITAL

Sábado

14 de Dezembro de 2019

Baixada Santista terá 1.875 policiais a mais durante Operação Verão

A Tribuna obteve os números com as prefeituras; reforço na segurança começará no dia 23 de dezembro

A Operação Verão 2019/ 2020 terá o reforço de pelo menos 1.875 policiais militares e civis cedidos pelo Governo do Estado para a região. O efetivo extra chegará à Baixada Santista em 23 de dezembro e ficará até 25 de fevereiro, logo depois do Carnaval. O detalhe é que, segundo autoridades, o número deveria ser maior para atender a demanda das cidades. 

Apesar de a Secretaria de Estado da Segurança Pública dizer que as informações serão passadas “oportunamente”, A Tribuna apurou os números com cada prefeitura. Apenas Praia Grande fez uma estimativa de 400 policiais no verão e Cubatão respondeu que ainda não sabe. As demais já têm o contingente definido. 

Segundo o secretário de Defesa e Convivência Social de Guarujá, capitão Luiz Claudio Venâncio Alves, os 400 policiais que virão para a Cidade estão abaixo do necessário.  

“Precisaríamos de no mínimo 600 policiais. O ideal mesmo seria algo em torno de 800. E nós teríamos condições de alojar e fornecer o que fosse necessário a todos eles. Mas a quantidade é o Estado que coloca à disposição das cidades”. 

Para ele, também seria necessário que a Operação Verão começasse um mês antes. “Nesses últimos feriados, a Polícia Militar (PM) não estava dando conta de efetivo. A Polícia Civil estava demorando entre quatro e seis horas para atender a uma ocorrência. Enquanto isso, as viaturas da PM e da Guarda ficam esperando por conta da falta de estrutura”. 

Segundo o capitão, Guarujá tem ficado lotada nos finais de semana com sol. “Teríamos o efetivo de 300 guardas municipais, além de 400 da Operação Verão e do efetivo da PM por mais tempo para atender à população”. 

O coordenador operacional da Força Tarefa e gestor da Operação Verão de São Vicente, Fábio Pasquarelli, gostaria que o efetivo fosse maior. “Falo também como munícipe, que gostaria de toda a segurança possível”. 

Os 250 policiais, assim como nas demais cidades, terão toda a infraestrutura dada pelo Município, tais como alimentação, adaptação de alojamentos, manutenção de ar-condicionado e compra de novos aparelhos. “Nossa estrutura conseguiria abrigar confortavelmente mais 100 homens, se o Estado pudesse disponibilizar”, diz Fábio. 

Este ano, segundo o coordenador operacional, a Cidade terá ainda a locação de tendas para pontos de estacionamento específicos na orla da praia. 

Em Santos 

Já o secretário adjunto de Segurança de Santos, Flávio de Brito Junior, diz que os 281 policiais são suficientes para a Cidade. “Eles serão empregados por meio de um amplo planejamento para atender a todas as demandas da Cidade”. 

Ele explica ainda que a Guarda Civil Municipal também estará envolvida na Operação Verão com mais de 130 guardas, 12 viaturas, dez motos e nove quadriciclos. 

A Cidade também terá uma novidade para os próximos meses. “A partir deste ano, dois drones apoiarão preventivamente as ações ao longo da orla da praia e outras áreas, além de um bote para apoio à segurança dos banhistas”. 

Reforço 

Bertioga  160
Cubatão  Não sabe
Guarujá  400
Itanhaém  141
Mongaguá 126
Peruíbe 117
Praia Grande  400 (estimados)
São Vicente  250
Santos  281
Total 1.875

 

 

Tudo sobre: