EDIÇÃO DIGITAL

Sábado

18 de Janeiro de 2020

Aviso de chuva no Litoral terá aparelho mais eficaz

Defesa Civil Estadual testa equipamento com maior precisão, também, em alerta de raios

As equipes da Defesa Civil Estadual na região testam um novo aparelho para melhorar a qualidade dos alertas de chuva nesta temporada de verão. Espera-se que ele preveja com mais eficácia índices pluviométricos, incidência de raios e níveis de eletricidade de descargas na Baixada Santista.

São cinco tipos de estação, com 20 quilômetros de alcance, em Praia Grande, Guarujá e, no Litoral Norte, em Ubatuba, Caraguatatuba e São Sebastião. Os equipamentos foram desenvolvidos em conjunto entre Instituto Nacional de Pesquisas (Inpe), Centro Nacional de Monitoramento e Alertas de Desastres Naturais (Cemaden), Estado e municípios.

Esta é uma das ações no Plano Preventivo de Defesa Civil (PPDC) – a Operação Chuvas de Verão, que vai de amanhã a 31 de março.

“Nossa maior preocupação é com deslizamentos em encostas, porque são eventos que mais resultam em mortes, e o objetivo principal da Defesa Civil é salvar vidas”, diz o coordenador estadual de Proteção e Defesa Civil, coronel Walter Nyakas Junior.

Ele detalhou que os aparelhos instalados na região serão testados pela primeira vez neste verão, ainda em caráter experimental. “E faremos os ajustes que forem necessários, mas nossa expectativa está muito boa”, afirma.

De acordo com o oficial, o mês de dezembro deve ser de muitas chuvas. Janeiro será um mês em que elas se deslocarão mais para o norte do Estado. Em fevereiro, elas retornarão para a Baixada, mas com menor intensidade.

Na quinta (28) e sexta-feira (29), equipes de todos os municípios receberão o treinamento final para o período. As ações estão transcorrendo desde outubro, com oito encontros ao todo.

Os alertas por SMS, por meio do telefone 40199, continuam sendo aprimorados, segundo o Centro de Gerenciamento de Emergências. "Este serviço deve ser melhorado. Além disso, neste ano inauguramos também um serviço de alerta através das TVs por assinatura, em que a mensagem aparece na tela”, comenta a capitã do Centro de Gerenciamento de Emergências, Rafaela Lourenço. O alerta aparece durante dez segundos, em formato de pop-up (sobrepondo-se à programação).

Atenção

A capitã reforça que este verão deverá ser de forte volume de chuva. Nada comparado ao período de abril ao inverno do passado. Mesmo assim, deve-se ter atenção. Em todas as cidades, o telefone para emergências é o 199.

Pioneira, Santos institui plano de ação

A Prefeitura de Santos instituiu o PPDC na Cidade na última quarta-feira. O decreto foi publicado no Diário Oficial do Município e determina que o plano esteja vigente no período de chuvas, no verão.

“O plano será operado segundo critérios técnicos previstos pela Coordenadoria Estadual de Proteção e Defesa Civil - Cepdec, com base na legislação estadual”, informa o texto. Santos foi pioneira no PPDC, que completa 31 anos de existência.

“É muito importante para a região que o plano seja aplicado, principalmente com relação aos deslizamentos, uma de nossas maiores preocupações”, explica a coordenadora regional de Defesa Civil, Regina Elsa Araújo.

O decreto prevê que o plano tenha quatro estados de operação: observação, atenção, alerta e alerta máximo. O PPDC pode ser acionado em qualquer período, até mesmo fora do verão, em caso de necessidade.

Tudo sobre: