Homem que espancou comerciante até a morte junto com o pai é preso no Litoral de SP

Vítima era amigo de infância do pai, também capturado por participar do crime

Por: ATribuna.com.br  -  02/04/24  -  08:05
Atualizado em 02/04/24 - 08:53
Câmeras de segurança registraram o momento da agressão
Câmeras de segurança registraram o momento da agressão   Foto: Reprodução

O rapaz de 20 anos, envolvido nas agressões que causaram a morte de um homem, 53, em frente a um barno bairro Jardim Corumbá, foi detido pela Polícia Civil de Itanhaém, no Litoral de São Paulo. Ele e o pai, de 52, que já está preso, são acusados de cometer o crime.


Clique aqui para seguir agora o novo canal de A Tribuna no WhatsApp!


Segundo a Polícia Civil, acompanhado de um advogado, o jovem foi convencido pelos familiares a se entregar aos agentes da Delegacia de Investigações Gerais (DIG) na última quinta-feira (28). Os policiais faziam buscas em diversos imóveis até que encontraram o indivíduo.


O jovem foi levado para a delegacia, mas manteve-se em silêncio, e, em seguida, foi conduzido à cadeia de Peruíbe.


A Secretaria Estadual de Segurança Pública (SSP) disse, em nota, que o homem foi capturado na Rua Pedro Américo, após o crime ser cometido na Avenida Albert Sabin.


Entenda o caso

O pai do jovem já foi preso. Ele havia sido encontrado horas depois do crime, praticado na madrugada do dia 21 de março. Na ocasião, afirmou à Polícia Civil que atacou o amigo de infância, e vizinho, depois de ter sido chamado de ladrão.


De camiseta vermelha, ele correu em direção da vítima, sem camisa, dando socos no rosto. Assim que o comerciante reagiu aos golpes, o filho do agressor aparece e aplica uma voadora. Após os ataques, os dois fugiram, deixando o homem no caído no chão.


A vítima foi socorrida e levada para a Unidade de Pronto Atendimento (UPA) de Itanhaém e, mais tarde, transferida para o Hospital Irmã Dulce, em Praia Grande, onde faleceu.


Logo A Tribuna
Newsletter