Bruno Henrique numa sinuca de bico

Atacante manda recado em entrevista, mas desistência do Flamengo em contratá-lo o deixa na berlinda

Por: Régis Querino  -  15/01/19  -  21:35
Mesmo com um 2018 abaixo do esperado, Bruno Henrique está sendo sondado forte pelo Flamengo
Mesmo com um 2018 abaixo do esperado, Bruno Henrique está sendo sondado forte pelo Flamengo   Foto: Ivan Storti/Santos FC

Bruno Henrique teve uma atuação discreta no amistoso de domingo passado, contra o Corinthians, no Itaquerão. Mas saiu de campo cheio de razão, dizendo que mostrou que tem “potencial para jogar em qualquer clube”.
A resposta deixa ainda mais evidente a vontade do atacante de deixar o clube. Afinal, se estivesse preocupado somente com o Santos e o trabalho do novo técnico, Jorge Sampaoli, não precisaria falar em tom de auto-afirmação.


Após fechar uma temporada em baixa, devido às lesões que sofreu no olho direito e, posteriormente, outras contusões, que o afastaram do gramado durante meses, Bruno Henrique iniciou o ano envolvido em especulações.


Sondado pelo Flamengo e pelo Cruzeiro, balançou com a oferta de um salário muito mais polpudo no clube carioca. Dentro de seu direito de almejar uma vantagem financeira e de querer jogar a Libertadores, o jogador demonstrou insatisfação com o presidente José Carlos Peres em suas entrevistas.


Dizendo-se desvalorizado, porque teve o seu nome envolvido em um suposto leilão promovido pelo presidente santista, Bruno Henrique não deve ter gostado de saber, na última segunda-feira (14), que o Flamengo desistiu de contratá-lo.


Se o anúncio feito pelo vice-presidente rubro-negro, Marcos Braz, for definitivo e o Cruzeiro não acenar ao Santos com uma proposta tentadora, o que fará Bruno Henrique?


Com contrato em vigor com o Alvinegro até 31 de janeiro de 2021, o jogador, goste ou não, teria que cumpri-lo. Mas como ficaria o ânimo do atacante em continuar a defender o Santos depois de manifestar o desejo de sair?


Sampaoli frisou, desde que assinou contrato com o Santos, que não abria mão do jogador, por considerá-lo importante para o seu esquema.


Isso bastará para que Bruno Henrique esqueça as propostas que ouviu e apenas foque em voltar a ser, no Santos, o atacante que brilhou em 2017? Os próximos capítulos dessa novela vão responder as dúvidas que pairam no ar.


Este artigo é de responsabilidade do autor e não reflete necessariamente a linha editorial e ideológica do Grupo Tribuna. As empresas que formam o Grupo Tribuna não se responsabilizam e nem podem ser responsabilizadas pelos artigos publicados neste espaço.
Logo A Tribuna