O esporte que educa

Procura por esportes aumenta durante o período de Jogos Olímpicos

Por: Paulo Corrêa Jr  -  05/08/21  -  08:00
 Procura por práticas esportivas durante e após a Olímpiada são frequentes
Procura por práticas esportivas durante e após a Olímpiada são frequentes   Foto: Divulgação

Em época de Olimpíada, nos tornamos mais torcedores, mais patriotas e mais esportistas. É natural que após os Jogos Olímpicos, a procura pela prática de esportes aumente – principalmente entre crianças e adolescentes – pelo estímulo causado através da transmissão de diversas modalidades ou mesmo pela conquista de medalhas e podiums.


Clique e Assine A Tribuna por apenas R$ 1,90 e ganhe acesso completo ao Portal e dezenas de descontos em lojas, restaurantes e serviços!


É importante que esse momento seja aproveitado, transformando essa intenção em algo real, dando chances àqueles que se interessam, oferecendo oportunidade para a prática de alguma atividade física por meio do esporte, seja competitivo ou simplesmente pela prática.


O esporte, além dos benefícios inquestionáveis que traz para a saúde, é uma forte ferramenta de educação, disciplina e respeito, que pode ser muito importante na formação do caráter do ser humano. A história mostra um número impressionante de pessoas que mudaram uma dura realidade de ócio e falta de perspectiva, por uma vida digna e que se orgulham, através de alguma modalidade esportiva.


É importantíssimo que Estado e União proporcionem oportunidades para crianças e jovens praticarem esporte, aumentando de forma exponencial a oferta de vagas para o ensino integral. A escola é um ambiente muito favorável e indicado para que essa iniciação seja feita e que, a médio e longo prazo, tenhamos resultados positivos em relação à formação de cidadão com esperanças. Não pelos podiums, nem pelas medalhas. Mas por um futuro promissor.


Este artigo é de responsabilidade do autor e não reflete necessariamente a linha editorial e ideológica do Grupo Tribuna. As empresas que formam o Grupo Tribuna não se responsabilizam e nem podem ser responsabilizadas pelos artigos publicados neste espaço.
Logo A Tribuna