Ministro da Educação teve diagnóstico médico de início de pneumonia

Infectado pelo novo coronavírus, pastor santista usou as redes sociais para informar evolução da doença

Com teste informado resultado positivo de Covid-19, o ministro da Educação, Milton Ribeiro, revelou neste sábado (25) que teve diagnóstico de início de pneumonia. O pastor santista usou as redes sociais para informar a evolução da doença, na qual foi diagnosticado quatro dias depois da cerimônia em que tomou posse no cargo. 

A posse de Ribeiro contou com a presença de oito ministros. Enytre os que foram ao ato, lista: Paulo Guedes (Economia), Braga Neto (Casa Civil), Jorge Oliveira (Secretaria-Geral), André Mendonça (Justiça e Segurança Pública), Augusto Heleno (GSI), Luiz Eduardo Ramos (Secretaria de Governo), Damares Alves (Mulher, Família e Direitos Humanos) e Marcelo Alvaro Antonio (Turismo).  

O ministro Onyx Lorenzoni (Cidadania) também confirmou estar com Covid-19. “Amanheci bem melhor, mas ontem meus médicos constataram um início de pneumonia. Fui à clínica e tomei via venosa antibiótico. Hj (hoje) acordei bem melhor, 10% de tosse mas ainda sem apetite. Obrigado pelas orações e por tudo. Abraço fraterno a todos", escreveu o religioso santista, em uma rede social.  

Na sexta-feira (24), Ribeiro afirmou que ele e a esposa estão lutando contra a Covid-19. "Essa é uma enfermidade muito agressiva, que ataca nosso organismo de várias maneiras", disse. Segundo o ministro, ele e a esposa estão se tratando com  hidroxicloroquina, medicamento sem efeito comprovado para a doença e com efeitos colaterais associados a seu uso.  

O medicamento também foi usado pelo presidente da República, Jair Bolsonaro (sem partido). No sábado (25), Bolsonaro anunciou o teste negativo da doença, o quarto exame após ter contraído o vírus no começo do mês. No dia anterior, um estudo feito por coalizão de alguns dos principais hospitais do Brasil revelou a ineficácia da  hidroxicloroquina em pacientes com Covid-19. 

Tudo sobre: