Dados de Michelle Bolsonaro são vazados por hackers

Grupo conhecido por invadir sites e sistema financeiro divulgou dados da primeira-dama, após presidente se negar a responder por que Queiroz depositou R$ 89 mil na conta de sua esposa

Um grupo de hackers vazou, nesta quarta-feira (26), dados da primeira-dama Michelle Bolsonaro. Entre as informações expostas estão supostos números de telefone, endereços residenciais e dados de cartão de crédito.  

As informações foram revelas pelo Anonymous Brazil, dias após o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) se negar a responder questionamentos sobre depósitos de R$ 89 mil feitos por Fabrício Queiroz em conta de Michelle. Na ocasião, o ex-capitão do Exército atacou profissionais de imprensa.

 

 

O grupo é um coletivo de hackers que atacam sites e, eventualmente, divulgam criminosamente arquivos na internet. Procurado, o Palácio do Planalto ainda não se manifestou sobre as postagens do Anonymous. 

No início de junho, o grupo de hackers já havia divulgado na internet supostos dados pessoais de filhos do presidente, de ministros e do próprio Jair Bolsonaro. Na época, a Polícia Federal abriu investigação sobre o caso. 

Tudo sobre: