EDIÇÃO DIGITAL

Quinta-feira

13 de Agosto de 2020

Professor detido por posse de pornografia infantil oferecia filha para atos sexuais

O crime foi descoberto após a polícia investigar as conversas no WhatsApp do homem

Um professor preso em operação de combate à pornografia infantil, em Assis, São Paulo, revelou para a Polícia Civil do município que oferecia sua filha para atos sexuais em troca de dinheiro. 

Segundo os agentes, o crime foi identificado após conversas no WhatsApp do indivíduo serem descobertas pelos oficiais. Lá, o professor organizava os encontros e a quantia que receberia. 

A polícia havia feito um mandado de prisão temporário contra ele após um denunciante afirmar que uma mulher que o conheceu em um site de relacionamento começou a perguntar se ele tinha atração sexual por crianças. 

Logo foi identificado que a mulher, na verdade, era o professor utilizando dados falsos e a linha telefônica de outra professora. 

Segundo delegada responsável pelo caso, o indivíduo disse que oferecia a filha porque era uma fantasia sexual dele. Contudo, ele confessou que nenhum ato teria acontecido efetivamente. 

*com informações do G1

Tudo sobre: