Logo A Tribuna
ASSINE
Icone usuario ENTRAR
CLUBE IMPRESSO ACERVO ASSINANTE

PM de folga atira na direção de ladrões durante assalto a turistas em Guarujá

Cinco bandidos armados tentavam cometer crime na rotatória da Avenida Vereador Lydio Martins Corrêa

Por: Eduardo Velozo Fuccia  -  22/02/21  -  19:33
Atualizado em 22/02/21 - 19:34
Caso foi apresentado na Delegacia Sede de Guarujá
Caso foi apresentado na Delegacia Sede de Guarujá   Foto: Alexsander Ferraz/ AT

Cinco marginais armados assaltaram dois turistas que passavam de carro pela rotatória da Avenida Vereador Lydio Martins Corrêa, em Guarujá, no início da noite de domingo (21). Um policial militar à paisana e de folga, que dirigia o veículo de trás, presenciou a cena e disparou na direção dos ladrões, afugentando-os.


Clique e Assine A Tribuna por apenas R$ 1,90 e ganhe acesso completo ao Portal e dezenas de descontos em lojas, restaurantes e serviços!


As vítimas são um contador e um empresário. Moradores na região do ABC, eles retornavam para suas casas em um Hyundai Elantra, após passarem o final de semana na praia. Porém, quando o veículo teve a velocidade reduzida ao passar pela rotatória, já próximo à Rodovia Cônego Domênico Rangoni, a quadrilha praticou o ataque.


Em segundos, o Elentra foi cercado e teve as portas abertas. Um dos ladrões portava arma de fogo e entrou no carro com os comparsas, que estavam com as mãos na cintura, simulando também estarem armados. O bando pegou dois celulares, óculos de sol, quatro cartões bancários, CNH, corrente de ouro, bolsa com roupas e outros pertences.


O policial desembarcou do seu carro e se identificou, mas o assaltante que segurava a arma a apontou para ele. O agente de segurança portava uma pistola calibre .40 e disparou seis vezes para repelir o iminente atentado contra ele. Todos os criminosos fugiram e o militar não sabe se algum deles foi atingido.


Um dos ladrões pedalava uma bicicleta, que foi abandonada nas imediações durante a fuga. Outros policiais militares, em viaturas, realizaram patrulhamento pela área, mas não conseguiram prender os marginais. Foram realizados contatos com hospitais e prontos-socorros, mas não houve a entrada de baleados.


Os turistas e o policial militar de folga compareceram à Delegacia de Guarujá e o delegado Caio de Azevedo Menezes registrou o caso. Ainda não há pistas dos criminosos. Suspeita-se que o bando seja autor de outros roubos a motoristas cometidos naquela região.


Logo A Tribuna