Ladrão leva apenas 18 segundos para furtar moto em São Vicente; vídeo

Ação foi registrada por câmeras de monitoramento de um prédio na Avenida Manoel da Nóbrega, no bairro Itararé

Por: Eduardo Velozo Fuccia  -  06/02/19  -  23:12

Nem mais nem menos. Dezoito segundos foi o tempo necessário para um homem furtar uma moto na Avenida Manoel da Nóbrega, na orla da Praia do Itararé, em São Vicente, e fugir sem ser percebido por olhos humanos.


Porém, o olhar atento e eletrônico da câmera de segurança de um edifício captou toda a ação e possibilitou o esclarecimento do delito. Ao se ver na filmagem, o jovem de 24 anos se rendeu às evidências do vídeo.


“Sem ter como negar ser a pessoa que aparece no vídeo furtando a moto, ele confessou o delito. Alegou que praticou o crime por passar por dificuldades financeiras”, informou o chefe dos investigadores da Delegacia de São Vicente, Sérgio Douglas Bento.


O rapaz foi indiciado em inquérito e liberado, porque não houve prisão em flagrante. A sua eventual participação em outros furtos de motos é investigada, conforme disse o delegado titular do município, Marcos Alexandre Alfino.


A moto furtada é uma Honda NXR160 Bros branca, modelo 2016. O veículo pertence a uma estudante de 25 anos, e foi furtado no dia 13 de janeiro. A vítima o estacionou por volta de 0h30. Ao retornar uma hora depois, constatou que ele havia sido levado.


A Polícia Civil teve acesso à filmagem da câmera do edifício situado no local. Inicialmente, o acusado não foi identificado, mas policiais militares o detiveram às 21h de 1º de fevereiro, em São Vicente.


O rapaz pilotava uma Honda CBX 250 Twister vermelha, acelerou e passou por um sinal vermelho ao ver os PMs. Após três minutos de perseguição, Alexandre foi abordado ao ingressar com a moto na garagem de um prédio da Rua Rangel Pestana, no Boa Vista, onde reside.


A Twister não apresentava queixa de furto ou roubo, mas o rapaz portava uma mochila contendo ferramentas típicas para o furto de motos. Esses materiais foram apreendidos, sendo o rapaz liberado após o registro do caso em boletim de ocorrência.


Dias depois, os investigadores Diego Cerri e Jairo Perroti se dirigiram ao prédio onde ele mora e o conduziram de novo à delegacia. “Já estávamos de posse da filmagem do furto da moto no Itararé, e suspeitamos que o rapaz poderia ser o autor do crime”, explicou Bento.


Após se reconhecer no vídeo e confessar o delito, o suspeito declarou que vendeu a moto para desconhecidos, no Centro de São Paulo, pela quantia de R$ 1 mil. A NXR160 Bros está avaliada em cerca de R$ 11 mil.


O acusado disse que praticou apenas esse furto, mas a sua versão é aceita com reservas pelos investigadores. “O indiciado demonstrou ser especialista neste tipo de delito, porque agiu rápido e usou ferramentas apropriadas. Por isso, as investigações prosseguem”, justificou o delegado Marcos Alfino.


Rapaz levou 18 segundos para subir em moto e fugir pela Avenida Manoel da Nóbrega em São Vicente
Rapaz levou 18 segundos para subir em moto e fugir pela Avenida Manoel da Nóbrega em São Vicente   Foto: Reprodução

Logo A Tribuna