EDIÇÃO DIGITAL

Quarta-feira

18 de Setembro de 2019

Homem é preso com 11 kg de crack no Saboó, em Santos

Droga foi encontrada em uma moradia que servia de abastecimento de entorpecentes para distribuição pela cidade

Um homem suspeito de abastecer com crack microtraficantes que atuam no Centro e em morros de Santos foi preso nesta quarta-feira (11) com 11 kg da droga.

O entorpecente foi apreendido na casa de um homem de 41 anos na Rua Guarujá, no bairro Saboó. Dividido em 11 tabletes, o crack estava escondido debaixo da cama.

Sob a chefia do delegado Luiz Ricardo de Lara Dias Júnior e do investigador Paulo Carvalhal, policiais da Delegacia de Investigações sobre Entorpecentes (Dise) apuravam havia cerca de um mês a distribuição de crack na região central e nos morros da cidade.

Após vários flagrantes de tráfico, foi apurado que o fornecedor da droga seria Luciano Gabriel Lopes da Silveira, de 43 anos, que é foragido do sistema penitenciário. Ele contaria com o auxílio do seu irmão para entregar a droga aos clientes.

As investigações avançaram, sendo descoberto que uma caminhonete Chevrolet Montana prata era utilizada para transportar e distribuir o entorpecente. O veículo passou a ser seguido por viaturas descaracterizadas até ser identificada a moradia do homem como o depósito da droga.

Na manhã de desta quarta-feira (11), a equipe da Dise esteve na residência do suspeito e o prendeu após achar 11 kg de crack. O suspeito tentou fugir, mas os policiais o impediram. Antes da vistoria, um homem foi convidado pelos agentes para acompanhar as buscas na condição de testemunha.

Lara o autuou em flagrante por tráfico e associação para o tráfico. O delegado indiciará pelos mesmos crimes o irmão dele, Luciano Gabriel Lopes da Silveira, de 43 anos, que não foi encontrado.

Condenado por tráfico, Luciano é foragido do Centro de Progressão Penitenciária (CPP) de Valparaíso desde 10 de maio de 2010. Ele ainda tem contra si prisão preventiva referente a processo da 3ª Vara Criminal de Guarujá. Esta ordem de captura foi expedida em 3 de junho de 2015.