Festa reúne 50 em Praia Grande e aniversariante é levado à delegacia antes do 'parabéns'

Por denúncia anônima, policiais militares levaram comerciante, que fez 21 anos na última sexta-feira (17), ao distrito policial

Um aniversário em época de quarentena por causa da pandemia de Covid-19 reuniu cerca de 50 pessoas e gerou aglomeração. Os últimos a chegar foram dois policiais do 45º BPM/I. Eles não levaram presentes e sequer haviam sido convidados. Sem “parabéns”, conduziram o aniversariante à Delegacia Sede de Praia Grande e anteciparam o fim da festa.

O comerciante Leonardo de Almeida Martins completou 21 anos de idade na última sexta-feira (17). Para comemorar o aniversário, com direito a churrascada, ele reservou a noite de sábado (18). A festa aconteceu em uma casa na Avenida Paris, em frente à Praça Emilio Di Cavalcanti, no bairro Boqueirão, que alugou especialmente para essa finalidade.

Pelo visto, moradores das imediações não gostaram. Esta impressão justifica o fato de alguém ter ligado ao número 190 para denunciar a festa. Em seguida, o Centro de Operações da Polícia Militar (Copom) acionou os policiais da viatura mais próxima do local para atender a ocorrência de “perturbação do sossego e vias de fato generalizada”.

Os policiais logo identificaram Leonardo como o responsável pelo evento. Ele justificou que havia convidado apenas os amigos mais íntimos, mas chegaram mais pessoas e a situação saiu do seu controle. Segundo os PMs, participantes da festa começaram a se dispersar ao perceberem a viatura na frente da casa.

Sobrou para o aniversariante, que foi levado pelos policiais à Delegacia de Praia Grande na madrugada de domingo (20). Após registrar boletim de ocorrência para apurar a contravenção penal de perturbação do sossego e o crime de infração de medida sanitária preventiva, o delegado Alex Mendonça do Nascimento liberou Leonardo.

Decreto do prefeito Alberto Mourão (PSDB), como em outras cidades, proíbe ou restringe atividades comerciais, sociais, esportivas e religiosas para reduzir a propagação do novo coronavírus. ATribuna.com.br entrou em contato com Leonardo e ele não quis comentar o caso. Apenas disse que, em sua festa, “muita gente eu não conhecia”.

Festa acontecia em frente à Praça Emilio Di Cavalcanti, no Boqueirão (Foto: Reprodução)
Tudo sobre: