Detentos pulam alambrado e fogem do CPP de Mongaguá; 6 já foram capturados

O alarme do presídio foi acionado, mas os presos conseguiram fugir antes da chegada dos agentes penitenciários

Um total de 11 presos fugiram do Centro de Progressão Penitenciária (CPP) Dr. Rubens Aleixo Sendin, o CPP de Mongaguá, na manhã desta sexta-feira (5). Segundo informado pela Secretaria da Administração Penitenciária (SAP), seis detentos já foram recapturados.

Clique e Assine A Tribuna por apenas R$ 1,90 e ganhe acesso completo ao Portal e dezenas de descontos em lojas, restaurantes e serviços!

A fuga ocorreu por volta das 11h. Os detentos foram flagrados correndo em direção ao alambrado que cerca a unidade prisional. O alarme do presídio foi acionado, mas os presos conseguiram fugir antes da chegada das equipes no local para intervir a ação.

A fuga mobilizou equipes da Polícia Militar de Mongaguá e de Itanhaém, que se deslocaram até o presídio. A corporação informou que foram feitas varreduras nas regiões próximas ao CPP para localizar os detentos. O helicóptero Águia, da Polícia Militar, também auxiliou na operação.

Até a última atualização, seis presos foram recapturados. Equipes da PM auxiliam os servidores da SAP para a recaptura dos cinco detentos que estão foragidos.

A direção do CPP abriu procedimento Apuratório Preliminar e Disciplinar para averiguação dos fatos. Por ser uma unidade de regime semiaberto, o presídio não dispõe de vigilância armada nem de altas muralhas.

Por conta da evasão, os presos vão perder o direito ao semiaberto, regredindo ao regime fechado.

Tudo sobre: