Deputada Rosana Valle denuncia secretário de Cultura de Santos por ameaça: ‘Não vou tolerar'; VÍDEO

Parlamentar fez publicação em redes sociais expondo a situação

Por: ATribuna.com.br  -  09/02/24  -  21:28
Atualizado em 09/02/24 - 21:32
Ameaça teria ocorrido durante carnaval de Santos
Ameaça teria ocorrido durante carnaval de Santos   Foto: Reprodução/Redes sociais

A deputada federal Rosana Valle (PL) acusa o secretário de Cultura de Santos, Rafael Leal, de tê-la ameaçado durante o Desfile das Escolas de Samba da Cidade, na Passarela Dráuzio da Cruz, no Castelo, na madrugada de domingo (4). Ela registrou boletim de ocorrência nesta sexta-feira (9) no 3º Distrito Policial (DP), na Ponta da Praia, e postou vídeo sobre o assunto em suas redes sociais. Em nota, a Prefeitura de Santos diz que os fatos serão apurados e rechaça a violência de gênero (leia mais abaixo).


No registro, a deputada narra que, por volta das 3 horas de domingo, o secretário a teria puxado pelo braço de maneira "inesperada e repentina" e dito: "Ô, folgadinha. Nós vamos te amassar. Vamos te destruir. Vamos passar por cima de você com um trator. Toma cuidado".


A parlamentar teria ficado assustada e indagado a Leal se sua atitude tinha a ver com a eleição deste ano, e se o termo atropelar se referia à votação nas urnas. Entretanto, o secretário teria saído sem responder. Rosana disse ter se sentido constrangida e temerosa e, por isso, ido embora antes do fim do desfile.


No vídeo, a parlamentar declarou que, "antes de ser deputada, eu sou mãe, sou mulher e não vou tolerar ameaça, intimidação ou violência". E que "ninguém vai me intimidar e me impedir de concorrer a nenhum cargo político, se for esse o desejo dos santistas e a minha missão. O secretário do prefeito de Santos e quem quer que se atreva a me ameaçar daqui para frente terá o mesmo destino: a delegacia de polícia e a Justiça".


ASSISTA VÍDEO:


Advogados orientam
A Tribuna pediu entrevista com a parlamentar. Porém, houve, apenas, manifestação por escrito da assessoria de imprensa da deputada, acompanhada do vídeo e da íntegra do boletim de ocorrência.


A assessoria acrescentou que, como Rafael Leal "não procurou a deputada para se desculpar ou se retratar nos últimos dias, Rosana, orientada por seus advogados, acionou o 3º Distrito Policial (DP) de Santos e lavrou ocorrência". A partir desta sexta-feira, ela tem seis meses para pedir a abertura de representação criminal contra o secretário.


Também na nota, Rosana Valle declarou que "não vou tolerar nenhum tipo de ameaça, de intimidação ou de violência física ou psicológica. Faço isso por mim e por todas as mulheres".



Sem entrevista
A Tribuna pediu à Prefeitura uma entrevista com o secretário de Cultura. Como resposta, recebeu mensagem segundo a qual, "infelizmente, não será possível atender ao pedido de entrevista. Em face de acusações recentemente divulgadas pela deputada federal Rosana Valle, atribuídas ao secretário de Cultura do Município, a Prefeitura de Santos frisa que rechaça toda e qualquer forma de violência de gênero. Os fatos narrados na denúncia serão apurados. A Prefeitura adotará todas as medidas cabíveis diante da materialidade das acusações apontadas na denúncia".


Logo A Tribuna
Newsletter