Casal homossexual é agredido com cadeirada após se beijar em São Vicente; VÍDEO

Vítimas registraram um boletim de ocorrência por injúria e lesão corporal

Por: Cássio Lyra  -  22/06/22  -  07:20
Atualizado em 22/06/22 - 22:49
Caso ocorreu durante a madrugada de segunda-feira, no Centro de São Vicente
Caso ocorreu durante a madrugada de segunda-feira, no Centro de São Vicente   Foto: Arquivo pessoal

Duas mulheres foram agredidas por um homem após elas trocarem um beijo e serem alvos de discriminação em São Vicente. O indivíduo jogou um banco de madeira para agredir o casal, que registrou um boletim de ocorrência. A cena foi flagrada em vídeo.(veja no vídeo mais abaixo)


Clique, assine A Tribuna por apenas R$ 1,90 e ganhe centenas de benefícios!


Uma das mulheres, que preferiu não se identificar, contou para A Tribuna que estava com a sua namorada em uma rua do Centro de São Vicente, na madrugada de domingo (19) para segunda-feira (20).


O casal estava na calçada, bebendo, próximo a uma lanchonete que estava aberta. No relato, uma das vítimas explica que ambas chegaram a usar o banheiro do estabelecimento, após autorização de um funcionário.


Na volta, elas permaneceram na calçada, conversando sobre assuntos íntimos, e se beijaram. A partir daí, o agressor começou a usar palavras em tom de discriminação.


"O bom é que compra uma e leva duas... Havia um lugar específico para ficarem por serem homossexuais... Ia bater nelas com uma cinta por serem duas crianças... Geração delas é uma merda e o livre arbítrio não deveria existir", foram as frases desferidas pelo agressor.


A vítima disse que respondeu de volta os xingamentos do indivíduo. Segundo ela, o indivíduo se sentiu ofendido e atirou um banco de madeira na direção das duas, vindo a atingir sua namorada, que caiu no chão. Toda a ação foi registrada por vídeo, enviado pelo casal para a Reportagem.


Elas chegaram a chamar a polícia, mas o homem foi embora logo na sequência. Elas afirmaram que ouviram o funcionário da lanchonete chamar o agressor pelo nome 'Baltazar'.



Dia seguinte
O casal acionou o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu), mas foi orientado a ir por meios próprios pois estavam próximo ao Hospital Municipal.


Lá, a vítima passou por atendimento médico e exames de raio-x, que não atestou lesões graves. A vítima passa bem, mas ainda tem muitos machucados pelo corpo por causa da agressão.


Na terça-feira (21), o casal foi até a Delegacia de São Vicente para registrar um boletim de ocorrência de injúria e lesão corporal. As informações e características do agressor foram repassadas para a Polícia Civil.


Logo A Tribuna