Cachorrinha 'Martina' fica presa dentro de carro e causa tumulto no litoral de SP

Cadelinha ficou trancada dentro do veículo, enquanto sua tutora fazia compras

Um tumulto aconteceu na Riviera de São Lourenço, em Bertioga, na tarde desta sexta-feira (8). Enquanto foi às compras, uma aposentada deixou a cadelinha Martina sozinha por mais de uma hora, dentro de uma Mitsubishi Outlander, com os vidros fechados, sob o sol forte.

Clique e Assine A Tribuna por apenas R$ 1,90 e ganhe acesso completo ao Portal e dezenas de descontos em lojas, restaurantes e serviços!

Uma testemunha acionou a PM, que não conseguiu abrir o carro por ser blindado. O Corpo de Bombeiros foi acionado para a abertura do veículo, porém antes disso a aposentada retornou ao local. Após a chegada da mulher, ela e a cachorrinha, da raça Lulu da Pomerânia, foram conduzidas à Delegacia de Bertioga. Martina passa bem.

Martina passa bem, após ficar presa dentro do interior do veículo (foto: Divulgação)

A aposentada alegou que o veículo estava trafegando com o ar-condicionado ligado antes de chegarem ao local, e portanto estava refrigerado, e que demorou mais tempo por conta da fila no caixa do mercado demorar mais que o esperado.

Ela responderá em liberdade pelo crime de 'abuso a animais'. Na esfera administrativa, lhe foi imposta multa de R$ 6 mil. O delegado Fábio Pierry disse que a mulher tem mais dois cachorros e demonstrou estar “bem arrependida”.

Tudo sobre: