Não há um Estado que esteja com dificuldades de arrecadação do ICMS, diz Lira

Presidente da Câmara disse que, com projeto, os Estados poderão definir as alíquotas de ICMS de cada combustível

Por: Estadão Conteúdo  -  19/10/21  -  04:30
 Lira minimizou o fato de as previsões do mercado para a inflação neste ano estarem próximas de 9%
Lira minimizou o fato de as previsões do mercado para a inflação neste ano estarem próximas de 9%   Foto: Pablo Valadares/Câmara dos Deputados

O presidente da Câmara, Arthur Lira (PP-AL), defendeu o projeto que muda a cobrança do ICMS sobre combustíveis, aprovado pelos deputados na semana passada. Segundo ele, não há um Estado que esteja com dificuldades de arrecadação. "Estados e municípios estão cheios de recursos", afirmou, em entrevista à Revista Veja.


Clique e Assine A Tribuna por apenas R$ 1,90 e ganhe acesso completo ao Portal e dezenas de descontos em lojas, restaurantes e serviços!


Embora o projeto mude a cobrança, hoje um porcentual sobre o preço médio de venda, para um valor fixo por litro, Lira disse que a Câmara não mexeu na autonomia dos Estados, que poderão definir as alíquotas de ICMS de cada combustível. O texto está agora no Senado, mas sofre resistência dos Estados e deve ser alterado.


Ao falar sobre a inflação, Lira minimizou o fato de as previsões do mercado para a inflação neste ano estarem próximas de 9%. Em 12 meses, o IPCA acumula alta de 10,25%. "O Brasil bater 9% de inflação com todas as dificuldades não está com disparidade. Os Estados Unidos estão com 5%", disse.


Tudo sobre:
Logo A Tribuna
Newsletter