Jovem namora uma das irmãs siamesas: 'se me tocar, dou um murro', diz a outra

Apesar da frase ser dita em tom descontraído, relacionamento é definido como de aprendizado para todos

Por: ATribuna.com.br  -  04/11/22  -  20:32
Uma das irmãs, Carmen, namora há um ano e meio com Daniel
Uma das irmãs, Carmen, namora há um ano e meio com Daniel   Foto: Reprodução/Instagram

As gêmeas onfalópagas Lupita e Carmen, de 21 anos, ganharam fama depois de postarem no TikTok sobre o relacionamento de Carmen com seu namorado Daniel, que conheceu através de um aplicativo de relacionamentos. O namoro já completou um ano e meio. As irmãs nasceram no México, mas vivem nos Estados Unidos desde 2002. Em recente entrevista a um canal do YouTube, elas revelaram como é a intimidade, já que elas compartilham não só órgãos vitais, mas a rotina do casal.


Clique, assine A Tribuna por apenas R$ 1,90 e ganhe centenas de benefícios!


O caso delas é raro, e representa apenas 10% dos siameses. As irmãs compartilham algumas costelas, fígado e os sistemas digestivo, reprodutivo e circulatório. Quando nasceram, os médicos não quiseram separar as duas, pois seria arriscado. Mudaram-se para os Estados Unidos à procura de tratamento para que sobrevivessem sem riscos.


Daniel e Carmen namoram há um ano e meio
Daniel e Carmen namoram há um ano e meio   Foto: Reprodução/Instagram

Lupita brinca dizendo que "estraga" sempre as fotos do casal, por sair nelas. Ela é mais engraçada, descontraída, e Carmen tem personalidade diferente, mas é mais falante. "Nós discutíamos muito quando éramos pequenas, era o processo para entender o fato de que estávamos presas uma a outra", diz ela.


O namoro foi outro processo para as duas se adaptarem. Lupita se classifica como "assexual e arromântica". Carmen diz que conversou muito com a irmã, sobre os limites possíveis no relacionamento.


Segundo elas, o segundo elas, o namoro é
Segundo elas, o segundo elas, o namoro é   Foto: Reprodução/Instagram

Lupita vive brincando com a situação, dizendo que "segura vela" para a irmã. O casamento ainda não faz parte dos planos, apesar do namoro já ter um tempo. Filhos também estão descartados. "Não quero. Não posso gerar filhos e não gostaria de passar uma carga de várias questões psicológicas à frente para uma pessoa que não merece", diz Carmen.


O namoro

As irmãs têm dois braços, e uma perna cada. Carmen controla a direita e Lupita a esquerda. Apesar de serem muito unidas, isso faz, segundo elas, que o namoro seja "estranho e constrangedor". Perguntada sobre os momentos de carinho da irmã, Lupita se diz "desassociada" e fica no celular enquanto eles namoram. "Se em algum momento ele me tocar, eu dou um murro na hora", diz Lupita.


Lupita se diz
Lupita se diz   Foto: Reprodução/Instagram

As irmãs revelam que o relacionamento chegou a ser 'fetichizado', pelo fato de imaginarem que um homem poderia ter relação com duas mulheres ao mesmo tempo. Elas rechaçam a ideia, pois conseguem separar as coisas, assim como também não se veem como deficientes. "É uma deficiência se você fizer dela uma deficiência".


Futuro
As siamesas revelaram ao jornal britânico Mirror que Carmen já aprendeu a dirigir, e que elas pretendem, para o futuro, ter uma empresa agrícola. Atualmente já estudam administração e pretendem também cursar medicina veterinária.


*com informações de uol


Logo A Tribuna
Newsletter