Logo A Tribuna
ASSINE
Icone usuario ENTRAR
CLUBE IMPRESSO ACERVO ASSINANTE

Duplo ataque terrorista deixa 32 mortos e 110 feridos no Iraque

Um dos terroristas fingiu estar passando mal para atrair uma multidão de civis antes de detonar bomba

Por: Por ATribuna.com.br  -  21/01/21  -  19:25
Bagdá não sofria atentados a bomba desde a derrota do ISIS no país, em 2017
Bagdá não sofria atentados a bomba desde a derrota do ISIS no país, em 2017   Foto: Hadi Mizban/AP/Estadão Conteúdo

Cerca de 32 pessoas morreram e outras 110 ficaram feridas após um ataque terrorista envolvendo duplo suicídio nesta quinta-feira (21). O ataque ocorreu em uma região movimentada de Bagdá, no Iraque.


Clique e Assine A Tribuna por apenas R$ 1,90 e ganhe acesso completo ao Portal e dezenas de descontos em lojas, restaurantes e serviços!


Um dos terroristas fingiu um mal súbito para atrair uma multidão de civis. Ele detonou a bomba no meio do mercado da Praça Tayaran. O segundo fingiu estar ajudando as vítimas, antes de causar a segunda explosão. As informações são do porta-voz do Ministério de Defesa do Iraque, Yahya Rasool, que concedeu entrevista à emissora Al Jazeera.


Os hospitais de Bagdá já estão mobilizados para tratar os feridos. Segundo o ministro da saúde iraquiano, Hassan Mohammed al-Tamimi, algumas das vítimas estão em estado grave. O policiamento na região foi reforçado.


Autoridades locais acreditam no envolvimento do Estado Islâmico, que já orquestou ações parecidas em áreas movimentadas da capital no passado. O grupo extremista foi supostamente derrotado em 2017. Desde então, atentados a bomba são raridade na capital iraquiana.


Segundo o porta-voz do comando de operações conjuntas do Iraque, Tahsin al-Khafaji, o ataque foi perpetrado por uma cédula adormecida do ISIS, para "provar a existência" do grupo.Até o momento, nenhum grupo terrorista reivindicou a autoria do ataque.


*Com informações do G1


Logo A Tribuna