Companhias têm dificuldades para regularizar voos em Guarulhos

Segundo a GRU Airport, mais de um terço das decolagens saiu com atrasos superiores a 30 minutos

Por: Da Agência Brasil  -  15/12/18  -  21:27
Companhias ainda enfrentam problemas para regularizar os voos depois das chuvas de quinta-feira
Companhias ainda enfrentam problemas para regularizar os voos depois das chuvas de quinta-feira   Foto: Imagem de Arquivo/Agência Brasil

Pelo terceiro dia consecutivo, o Aeroporto Internacional de Guarulhos registra grande número de atrasos e cancelamentos de voos. Segundo balanço divulgado pela GRU Airport, concessionária que administra o terminal, da 0h às 15h deste sábado (15), mais de um terço das decolagens (36,7%) saiu com atrasos superiores a 30 minutos, um total de 69 partidas afetadas.


Nas chegadas, o percentual de atrasos é de 18,1%, o que significa que 36 voos excederam o horário programado. Houve ainda 20 cancelamentos de aterrizagens e 16 de partidas.


A concessionária afirma que o aeroporto está funcionando normalmente. No entanto, as companhias ainda enfrentam problemas para regularizar os voos depois das fortes chuvas de quinta-feira (13).


Latam


A empresa mais afetada é a Latam. Entre a 0h e às 15h, apenas 4 voos operados pela companhia saíram dentro do horário programado. Em 2 o atraso, entretanto foi menor do que 30 minutos. Tiveram atrasos entre uma e meia hora, 26 dos voos da companhia realizados neste sábado em Guarulhos, 16 ficaram até duas horas fora do horário previsto e um ultrapassou as duas horas de atraso.


Outro lado


A Latam disse neste sábado, por meio de nota, que teve as operações “fortemente impactadas” pela “meteorologia adversa em São Paulo”, prejudicando a sua malha área. Somente neste sábado, a empresa informou ter cancelado 54 voos. “A Latam reitera que esta é uma situação totalmente alheia à sua vontade”, enfatiza o comunicado.


A companhia vai permitir alterações ou reembolso dos bilhetes para voos e conexões programadas até as 23h59 da próxima segunda-feira (17) sem cobrança de taxas, multas ou diferenças tarifárias, a depender da disponibilidade de assentos.


A empresa afirmou que ampliou as equipes operacionais e de atendimento. Os passageiros podem conferir a situação dos voos pela página da companhia na internet ou pelos telefones 4002-5700 (nas capitais) ou 0300-570- 5700 (nas demais localidades do Brasil).


Brasília


No Aeroporto Internacional de Brasília – Presidente Juscelino Kubitschek, de acordo com balanço da assessoria de imprensa, dos 135 voos realizados na manhã deste sábado, foram registrados 14 atrasos, nove voos foram cancelados, quatro com destino a Brasília e outros cinco saindo da capital federal. A maioria devido a problemas em São Paulo. O mau tempo em Porto Seguro e Porto Alegre também gerou atrasos na capital.


Em nota, a assessoria diz que, com o início da alta temporada de verão, o fluxo de passageiros está maior e os impactos causados em outros aeroportos se reflem também em Brasília. O terminal brasiliense é um dos principais centros de conexão do país e o terceiro mais movimentado do Brasil, ficando atrás apenas dos terminais paulistas.


A Inframerica, concessionária que administra o Aeroporto, recomenda que os passageiros entrem em contato com a a companhia aérea para saber sobre o status do voo. A administradora ainda lembra que é importante chegar com pelo menos 1h30 de antecedência para embarques em voos nacionais e 2h30 para voos internacionais.


A concessionária aconselha também o uso do celular ou dos totens de autoatendimento para agilizar o procedimento de check-in, bem como estar sempre atento às bagagens de mão. Para acelerar o procedimento de raio-x, o passageiro precisa estar ciente dos objetos proibidos nas áreas de embarque e separar objetos de metal e laptops para a inspeção.


Logo A Tribuna