Logo A Tribuna
ASSINE
Icone usuario ENTRAR
CLUBE IMPRESSO ACERVO ASSINANTE

Técnico do Boca lamenta atuação contra o Santos, mas não entrega os pontos

Miguel Ángel Russo afirmou que enquanto o Peixe foi a campo para não perder, os seus comandados cometeram uma série de erros. 'Ganhamos jogos como visitantes', disse

Por: Bruno Lima  -  07/01/21  -  09:58
'Não tivemos mudança de velocidade e isso nos custou', disse o técnico do Boca
'Não tivemos mudança de velocidade e isso nos custou', disse o técnico do Boca   Foto: Reprodução

O técnico do Boca Juniors, Miguel Ángel Russo, deixou a Bombonera, na noite desta quarta-feira (6), incomodado com a atuação da sua equipe no empate por 0 a 0 com o Santos. Segundo o treinador argentino, enquanto o Peixe foi a campo para não perder, os seus comandados cometeram uma série de erros.


Clique e Assine A Tribuna por apenas R$ 1,90 e ganhe acesso completo ao Portal e dezenas de descontos em lojas, restaurantes e serviços!


"O jogo estava muito lento, não tivemos mudança de velocidade e isso nos custou, como pode nos custar a semifinal da Libertadores. Mas o duelo dura 180 minutos. O rival veio fazer o seu trabalho, o seu negócio e nós cometemos alguns erros de velocidade, ritmo e precisão", disse o treinador em entrevista coletiva.


Russo ressaltou o histórico do Boca Juniors ao longo da competição e, por isso, não enxerga o Santos como favorito na Vila Belmiro.


"Se analisarmos, nesta Libertadores Boca perdeu poucas partidas e venceu compromissos como visitante. Foi o resultado desejado? Não, mas sabemos como são esses confrontos. Temos que ir ao Brasil buscar o resultado com calma e tranquilidade".


Logo A Tribuna