Logo A Tribuna
ASSINE
Icone usuario ENTRAR
CLUBE IMPRESSO ACERVO ASSINANTE

Sem Alison, Carlos Sánchez deve ser o novo capitão do Santos

Meio-campista uruguaio já está há três anos na Vila Belmiro e é referência para o elenco

Por: Bruno Lima  -  01/08/21  -  06:37
 Carlos Sánchez é um dos jogadores mais experientes do atual elenco do Santos
Carlos Sánchez é um dos jogadores mais experientes do atual elenco do Santos   Foto: Ivan Storti/Santos FC

Com a iminente transferência do volante Alison para o Al Hazem, dos Emirados Árabes, o Santos passará a ter um novo capitão. E ao que tudo indica, o herdeiro da braçadeira, que exibe a letra Z em homenagem ao ídolo Zito, será o meio-campista Carlos Sánchez, de 36 anos.


Um dos jogadores mais experientes do atual elenco, o camisa 7 tem ascendência e liderança natural sobre os companheiros em razão das conquistas na carreira, como a Libertadores de 2015 e a Copa Sul-Americana de 2014 pelo River Plate.


Além disso, ele é o único jogador do grupo com participação em Copa do Mundo, como ocorreu em 2018, na Rússia, com a seleção do seu país.


Ponderado, Sánchez, nas ausências ou ocasiões em que Alison é substituído, é o primeiro atleta procurado pelos companheiros em campo para receber a braçadeira.


O respeito do uruguaio, aliás, transcende o vestiário. Sánchez é reverenciado pelos torcedores alvinegros, que, há dois meses, cobraram massivamente a diretoria para a ampliação do seu contrato, que terminava em julho.


Recentemente, o uruguaio, que já acumula 115 jogos pelo Santos, entrou para a história do clube como o maior artilheiro estrangeiro do Alvinegro, com 27 gols marcados.


Logo A Tribuna