Santos volta à Neo Química Arena como o único time a vencer o Corinthians no estádio em 2022

Confronto desta quarta-feira (22) é válido pelas oitavas de final da Copa do Brasil

Por: Bruno Lima  -  21/06/22  -  07:01
Marcos Leonardo foi o autor dos dois gols da vitória do Santos sobre o Corinthians no Paulistão
Marcos Leonardo foi o autor dos dois gols da vitória do Santos sobre o Corinthians no Paulistão   Foto: Ivan Storti/Santos FC

O desempenho do Santos como visitante na temporada não tem enchido os olhos dos torcedores. São 18 jogos longe da torcida e apenas quatro vitórias. Contudo, uma delas foi marcante, pois o Peixe derrotou o Corinthians, de virada, por 2 a 1, na Neo Química Arena, pela 3ª rodada do Campeonato Paulista.


Clique, assine A Tribuna por apenas R$ 1,90 e ganhe centenas de benefícios!


Aquela foi a única partida que o Timão perdeu dentro do seu estádio em 2022. Nesta quarta-feira (22), às 21h30, pelo primeiro confronto de ida das oitavas de final da Copa do Brasil, os corintianos querem mostrar que aquele foi acidente de percurso, enquanto os santistas lutarão para seguir como a pedra no sapato do arquirrival.


No ano, os comandados de Vitor Pereira têm 17 partidas na Neo Química Arena com 11 vitórias, cinco empates e a derrota para o Santos - aproveitamento de 74%.


Fora a vitória sobre o Corinthians, o Peixe tem outros três triunfos como visitante: Salgueiro, Universidad Católica, do Equador, e Juventude. No mais, foram oito empates e seis derrotas - aproveitamento de 37%.


Atravessado com a única derrota em casa, o Corinthians quer se vingar conquistando a vitória e, de quebra, encaminhar a classificação às quartas de final da competição. Já o Santos, além de provocar a segunda derrota do Timão como mandante no ano, quer trazer a eliminatória para ser sacramentada na Vila Belmiro, no dia 13 de julho.


Único encontro

O histórico na Copa do Brasil é favorável ao Peixe. As duas equipes só se enfrentaram uma vez na principal competição de mata-mata do país e o Santos levou a melhor.


O encontro ocorreu em 2015, pelas quartas de final, e terminou com dois triunfos santistas: 2 a 0 na Vila Belmiro e 2 a 1 na Neo Química Arena.


O embate entre os rivais alvinegros também é importante em termos financeiros. A equipe que chegar às quartas de final irá embolsar mais R$ 3,9 milhões como premiação da Confederação Brasileira de Futebol (CBF).


Até o momento os dois clubes já receberam R$ 7,6 milhões da entidade por se garantirem entre os 16 times ainda vivos da competição.


Arbitragem

Nesta segunda-feira (20), a CBF definiu a arbitragem para o clássico. O árbitro de campo será Marcelo de Lima Henrique, enquanto os assistentes serão Eduardo Gonçalves da Cruz e Nailton Junior de Sousa Oliveira. O comando do VAR ficará a cargo de Daiane Caroline Muniz dos Santos.


Desfalques

Para o jogo desta quarta (22), os desfalques seguem sendo o lateral-direito Madson e o zagueiro Maicon. Ambos não devem estar à disposição. O lateral se recupera de uma lesão na coxa esquerda. O jogador testou negativo para a covid-19 e se reapresentou para seguir com o tratamento da lesão. Assim como Madson, Maicon também está entregue ao departamento médico. O zagueiro segue em recuperação de uma lesão na coxa direita, sofrida no primeiro tempo do jogo contra o Juventude. Em contrapartida, Bustos terá o retorno de Auro. O lateral-direito desfalcou o Peixe no último sábado (18), contra o Bragantino, por cumprir suspensão. Na Copa do Brasil, o atleta está liberado para atua


Logo A Tribuna