Sampaoli, após derrota para o Grêmio: 'Se você não ganha, você vira um inútil'

Técnico, porém, disse não se incomodar com protestos da torcida por conta da má fase vivida pelo Santos, porque entende ser parte do jogo

Por: De A Tribuna On-line  -  22/09/19  -  18:29
  Foto: Ivan Storti/Santos FC

Depois de um ano sem perder na Vila Belmiro, o Santos foi atropelado pelo Grêmio em casa, na noite deste sábado (21), pela 20ª rodada do Campeonato Brasileiro. Na sequência da derrota por 3 a 0, o técnico Jorge Sampaoli conversou com a imprensa e fez análise sobre a partida e sobre as cobranças e protestos da torcida em função da má fase vivida pelo Peixe na temporada.


"O Santos foi muito superior no primeiro tempo. O Grêmio foi ter um chute 40 minutos e, no segundo tempo, fez um gol de bola parada. No segundo tempo buscamos, fomos imprecisos e geramos contra-ataque para quem esperava por isso. Perdemos um jogo em que boa parte nos favoreceu e não fizemos valer o domínio", avaliou o argentino.


Suspenso para o jogo contra o Fluminense, na próxima rodada, por ter tomado o terceiro cartão amarelo, Sampaoli destacou, ainda, a valentia de seu grupo de jogadores. "A derrota dói. (...) Contra um rival poderoso, buscamos o jogo a todo tempo e lamentavelmente não encontramos o que procurávamos".


Ao final da partida, a torcida santista vaiou a equipe e pediu que jogadores honrassem a camisa do clube, além de terem proferido gritos de "time sem vergonha". Sampaoli disse não se incomodar com os protestos em momentos de derrota, porque "é parte do jogo".


"Trabalhos para ganhar. As pessoas, o mundo analisam resultados. Hoje nos convertem em perdedores. Temos que corrigir o que passou e melhorar as situações, mas sem mudar nosso estilo. Se a equipe não tivesse resposta com estilo, então eu me preocuparia. A torcida ficará perto na vitória e protestará na derrota. Não me gera incômodo porque é parte do jogo. Se não ganha, você vira um inútil", afirmou.


Logo A Tribuna