CLUBE IMPRESSO ACERVO COVID
Saiba tudo que o Santos precisa para evitar o rebaixamento no Campeonato Paulista
Com 10 pontos conquistados, o time não tem mais chances de avançar às quartas de finais do Estadual
Por: Bruno Lima  -  07/05/21  -  07:04
Marinho deixou o clássico contra o Palmeiras ainda no primeiro tempo, após um desconforto na coxa esquerda   Foto: Divulgação/Fickr/SFC

Com a derrota para o Palmeiras, nesta quinta-feira (6), por 3 a 2, no Allianz Parque, o Santos entra na última rodada do Campeonato Paulista correndo risco de rebaixamento. Para evitar aquele que seria o maior vexame dos 109 anos de história do clube, Marinho, Kaio Jorge e Cia. precisam empatar com o São Bento, que também luta contra o descenso, domingo (9), na Vila Belmiro. Em caso de derrota, o Alvinegro terá que torcer para o Ituano golear o Santo André, em Itu.


Clique e Assine A Tribuna por apenas R$ 1,90 e ganhe acesso completo ao Portal e dezenas de descontos em lojas, restaurantes e serviços!


Com 10 pontos conquistados, o Santos não tem mais chances de avançar às quartas de finais do Estadual. Dono de apenas duas vitórias e cinco empates, o Peixe é o antepenúltimo colocado na classificação geral.


Atrás dos comandados do técnico interino Marcelo Fernandes aparecem apenas o já rebaixado São Caetano, com e pontos obtidos por meio de três empates, e o próprio São Bento, que tem 9 pontos, após uma vitória e seis empates.


Empatado em número de pontos e com a mesma campanha do Santos, o Santo André leva vantagem no saldo de gols (-5 a -9). O primeiro critério de desempate do Estadual é a quantidade de vitórias e, em caso de empate nesse quesito, o saldo de gols.


Se ainda assim houver igualdade entre duas equipes, o regulamento do Paulistão prevê os seguintes critérios de desempate: maior número de gols marcados; menor número de cartões vermelhos recebidos; menor número de cartões amarelos recebidos e, por fim, sorteio público na sede da Federação Paulista de Futebol.


Diante desse panorama, os jogos da última rodada prometem fortes emoções aos torcedores santistas. Um empate livra o time da Vila Belmiro. Porém, se for derrotado, o Peixe só não será rebaixado à Série A2 do Paulista diante de uma vitória do Ituano sobre o Santo André por mais de quatro gols de diferença.


Marinho e Boca Juniors


Para aumentar o drama alvinegro, o atacante Marinho, referência técnica da equipe, deixou o clássico contra o Palmeiras após sentir um desconforto na coxa esquerda ainda no primeiro tempo. O camisa 11 será avaliado nesta sexta-feira pelo Departamento Médico do clube.


Caso seja detectada lesão, Marcelo Fernandes pode ter que evitar o maior vexame da rica história santista sem o seu principal jogador.


E não é só isso. O elenco vem de uma maratona intensa de jogos e na próxima terça-feira (11) tem duelo decisivo contra o Boca Juniors, na Vila Belmiro, pela Libertadores.


Uma derrota para os argentinos pode representar a desclassificação santista da principal competição do continente, mesmo tendo mais dois jogos para disputar.