Presidente do Santos é cobrado por torcedores em meio a saída de jogadores

Encontro ocorreu no Business Center, na Capital, na tarde desta segunda-feira (20)

Por: Bruno Lima  -  21/07/20  -  00:23
Peres viu o Conselho reprovar as contas de 2019 serem reprovadas pelas segunda vez
Peres viu o Conselho reprovar as contas de 2019 serem reprovadas pelas segunda vez   Foto: Pedro Ernesto Guerra Azevedo/Santos FC

As ações  ajuizadas por Everson e Eduardo Sasha somadas à crise financeira em que se encontra o Santos, além de preocupação causam irritação nos torcedores. Membros da Torcida Jovem compareceram ao Business Center, na Capital, na tarde desta segunda-feira (20), e exigiram uma conversa com o presidente José Carlos Peres. 

Entre diversos assuntos, os integrantes da organizada cobraram transparência de Peres e explicações para a redução  de 70% dos salários dos jogadores durante três meses da pandemia do novo coronavírus. 

Depois explicar que havia proposto o corte efetivo de 35% nos vencimentos e de outros 35% que seriam devolvidos 90 dias após a retomada dos jogos, mas os jogadores não haviam concordado, o presidente foi interrompido. 

“Não houve consenso com os jogadores. Se passaram três meses e eles continuam recebendo só 30%. Você acha que os jogadores não vão se rebelar? O senhor não vai na p... do CT trocar ideia com os jogadores. O senhor não está vendo que a sua credibilidade está indo para o saco, presidente?! Está todo mundo mentindo, presidente?! Existe um complô da imprensa, estão todos mentindo, o Santos está uma b... e só o senhor está certo?!", reclamou um dos presentes. 

O clima entre o presidente e os torcedores esquentou, e alguns se exaltaram contra o mandatário. 

“Presidente, nesses dois anos a gente foi passivo pra car..., mas acabou!”, gritou outro com seguidos tapas na mesa. 

“Nós fomos taxados de bunda mole por não ter cobrado. Estamos tentando há dois anos o diálogo.  Presidente, não vai mentir para nós!", gritou um terceiro torcedor.


Logo A Tribuna