EDIÇÃO DIGITAL

Segunda-feira

18 de Novembro de 2019

Carlos Alberto, da Portuguesa Santista, é diagnosticado com insuficiência medular aguda

Emprestado ao Remo, o jogador está internado desde semana passada e precisa de transfusões de sangue e de plaquetas

Internado desde a última semana, o meia Carlos Alberto, que pertence à Portuguesa Santista, mas está atuando por empréstimo pelo Remo, foi diagnosticado com redução de funcionamento da medula óssea, conforme descreve boletim médico divulgado pelo Hospital Porto Dias, de Belém, à imprensa.

O atleta, que esteve presente nos acessos da Briosa e disputou o Campeonato Paulista da Série A-2 com a equipe rubro-verde este ano, foi encaminhado ao hospital, na última quarta-feira (24), após se sentir mal durante um treino. Chegando lá, foi apontado um quadro de anemia no jogador, o que fez com que ele necessitasse de transfusões de sangue. O Remo pediu que seus torcedores fizessem doações na Fundação Hemopa.

Nesta segunda-feira (29), o Hospital Porto Dias soltou um comunicado em que diz que o paciente está clinicamente estável. A nota também informa que Carlos Alberto ainda possui necessidade de transfusão de sangue e de plaquetas. 

O Remo pede que a torcida e quem puder ajudar doando sangue se dirija ao Hemopa e informe o nome completo do atleta, Carlos Alberto da Silva de Maria, e o local onde está hospitalizado, o Hospital Porto Dias.

 

Tudo sobre: