EDIÇÃO DIGITAL

Segunda-feira

19 de Agosto de 2019

Após derrota para o líder, Sérgio Guedes elogia Portuguesa na partida: 'Teve atitude'

O comandante da Briosa exaltou o volume e a intensidade de seu time quando o Água Santa virou o jogo

Embora a Portuguesa Santista não tenha conseguido sair de Ulrico Mursa com a vitória do embate com o Água Santa, líder do Campeonato Paulista da Série A2, no último domingo (10), o técnico Sérgio Guedes gostou do comportamento adotado por sua equipe quando ficou em desvantagem no placar.

"A gente sofreu gols muito fáceis contra um adversário de recurso e que depois abdicou de jogar, administrou a situação. Mas, mesmo assim, a gente teve volume, intensidade e atitude para igualar o marcador. Não fomos uma equipe desorganizada, descontrolada. Sabíamos o que queríamos. O time insistiu, persistiu e correu atrás", exaltou o treinador.

A Briosa vencia até o início do segundo tempo, quando sofreu um pane e tomou dois gols em menos de dez minutos, os quais definiram a vitória do Netuno.

Um dos fatores que complicaram a busca do time da casa pelo empate depois disso foi a condição do gramado do estádio da Portuguesa, segundo apontou Sérgio Guedes.

"Falamos para molharem o campo no intervalo, mas, por algum motivo, isso não aconteceu. A bola prende muito e isso dificultou ainda mais para nós. Mesmo a gente já conhecendo, precisa estar sempre sendo molhado. A grama não é de qualidade ideal para aquilo que a gente quer fazer", lamentou o técnico.